Bullying em Debate na Escola Através do Cinema.

Telma Rocha

Resumo


O bullying é um problema que vem sendo detectado em muitas escolas, sejam públicas ou privadas; Ainda assim, escola e família, desconhecem suas características, ou as graves consequências dos atos cruéis e intimidadores. No dia 06 de novembro de 2015, a presidenta Dilma sancinou a lei 13.185, e instituiu o Programa de Combate à Intimidação Sistemática (Bullying) em todo o território nacional, fundamenta e orienta ações de combate ao bullying no âmbito dos sistemas de ensino. Entre elas, integrar os meios de comunicação de massa com as escolas e a sociedade, como forma de identificação e conscientização do problema e forma de preveni-lo e combatê-lo; implementar e disseminar campanhas de educação, conscientização e informação. Nesse sentido, o artigo pretende discutir o bullying, seu conceito, características, e a possibilidade de integrar o tema no currículo por meio do cinema, da produção de vídeo na escola. Trata-se de uma oportunidade de ampliar repertórios e os espaços de convivência entre discentes, docentes e toda comunidade através de CineClubes (espaços de produção, exibição e discussão) criados na escola, com agenda de sessões no calendário e/ou planejamento, de modo que os professores colaborem com títulos, dicas, e, possam utilizar a linguagem cinematográfica em suas atividades.

 


Palavras-chave


violência; bullying; tecnologias; cinema; educação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/periferia.2020.42266

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil  

Revista Periferia, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação, Cultura e Comunicação em Periferias Urbanas – PPGECC/UERJ - ISSN: 1984-9540