Vivendo estados alterados - a consciência como uma narrativa em aberto

Antonio José Menezes Gonçalves

Resumo


DOI: 10.12957/periferia.2011.3756

Resumo: Estudos cognitivos indicam que o ordenamento do real se dá como uma experiência narrativa que emerge em nossas redes neurais. Desse ponto de vista, estados alterados - sejam associados a drogas ou a patologias psíquicas - podem ser vistos como narrativas alternativas à da normalidade.


Palavras-chave


cognição; loucura; drogas; consciência

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/periferia.2011.3756

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil  

Revista Periferia, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação, Cultura e Comunicação em Periferias Urbanas – PPGECC/UERJ - ISSN: 1984-9540