AS AVENTURAS DE PAULO FREIRE CONTRA O MEME EGOÍSTA: A LUTA DE CLASSES NAS REDES SOCIAIS

Aristóteles de Paula Berino, Marcélia Amorin Cardoso, Vanessa Rodrigues de Souza, Lívia Herdade

Resumo


No artigo discutimos como Paulo Freire e o seu legado são expressos através dos memes publicados em redes sociais na internet. Destacamos o sentido político dos memes que são ofensivos a Paulo Freire, descaracterizando sua obra além de insultar a sua pessoa. Trata-se de um ataque à sua concepção de educação popular que sobretudo visam atingir. Constituem ataques à educação da maioria popular que frequenta a escola pública se examinarmos, através do conceito de lutas de classes, a campanha de personalidades, grupos e movimentos de extrema direita contra a influência de Paulo Freire. Os exemplares de memes que utilizamos na nossa pesquisa foram extraídos das redes sociais Facebook e Twitter. Richard Dawkins e sua formulação original sobre os memes foram referências para o artigo.


Palavras-chave


Memes; Redes Sociais; Paulo Freire

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/periferia.2019.37062

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil  

Revista Periferia, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação, Cultura e Comunicação em Periferias Urbanas – PPGECC/UERJ - ISSN: 1984-9540