Memes na internet: entrelaçamentos entre a “zoeira” de estudantes e a apropriação do gênero discurso na escola

Douglas de Oliveira Calixto

Resumo


Este trabalho visa ao reconhecimento dos memes na internet como uma linguagem articuladora dos sentidos no interior da escola. Para além de mera brincadeira ou montagens que circulam nas redes sociais, iremos demonstrar como os memes representam uma nova forma de se relacionar com a comunicação e com a (ciber)cultura. A partir dos resultados da pesquisa de mestrado realizada com estudantes do ensino fundamental, pretende-se discutir (1) como o fenômeno da "zoeira" passou a ocupar o cotidiano de jovens e (2) como as dinâmicas das redes sociais estão inseridas em um contexto de transformação da sociedade contemporânea. Para tal empreendimento, iremos apresentar a nossa elaboração teórica e metodológica que permitiu a aproximação com o conceito de “gênero discursivo meme” e, consequentemente, o nosso estudo sobre como esssa linguagem opera nas relações entre Comunicação e Educação — a Educomunicação. A conclusão aponta para a alta relevância dos memes para a constituição das sociabilidades de alunos e alunas e apresenta direções para construir uma nova compreensão sobre o fenômeno.

Palavras-chave


memes; educomunicação; educação midiática; redes sociais; educação

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/periferia.2019.36457

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil  

Revista Periferia, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação, Cultura e Comunicação em Periferias Urbanas – PPGECC/UERJ - ISSN: 1984-9540