CAMINHOS POSSÍVEIS PARA PRODUÇÃO DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NO ENFRENTAMENTO DAS VIOLÊNCIAS DE GÊNERO E SEXUALIDADE

Daniel Vieira Silva

Resumo


O presente trabalho apresenta achados de pesquisa de mestrado realizada entre os anos de 2015 e 2017, pelo Programa de Pós Graduação em Educação, Cultura e Comunicação (PPGECC/UERJ), onde foram investigadas as possibilidades, desafios e potências na produção de práticas pedagógicas voltadas para a discussão das temáticas relacionadas à gênero e sexualidade no espaço escolar. A partir dos relatos e experiências de quatro professoras da rede municipal de Nova Iguaçu, município da região metropolitana do estado do Rio de Janeiro, foi possível perceber elementos que diferenciam as práticas produzidas por essas professoras a partir do olhar atento para as questões de violência, marginalização e produção de desigualdade frente às percepções e performances de gênero e sexualidade. Inicialmente, serão apresentadas algumas reflexões sobre as relações de gênero e sexualidade na escola, e em seguida nos aproximaremos das possibilidades na produção de práticas pedagógicas que se coloquem como ferramentas de questionamento e enfrentamento da violência e marginalização.


Palavras-chave


práticas pedagógicas, gênero, sexualidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/periferia.2019.36363

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil  

Revista Periferia, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação, Cultura e Comunicação em Periferias Urbanas – PPGECC/UERJ - ISSN: 1984-9540