CONTORNOS DA EDUCAÇÃO FEMININA: A PROPOSTA EDUCATIVA DO EDUCANDÁRIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE, 1925-1930

Alexandre Neto, Dayse Hora

Resumo


Nosso texto intenciona abordar a proposta educativa do Educandário Nossa Senhora da Piedade em Paraíba do Sul, apresentando as especificidades da educação feminina expressa no currículo da instituição. Utilizamos como fonte documental de pesquisa o Testamento da condessa do Rio Novo. Esse documento é pouco usado em estudos no campo da Educação. Por meio dele conseguimos trazer à tona a criação da instituição escolar. Dialogaremos com os autores do campo do currículo, tais como: Zotti (2004), Moreira e Tadeu (2013) para discutir o currículo na Primeira República, corte temporal eleito por nós, nesse trabalho. Para compreender a questão de gênero são importantes as contribuições de Perrot (2005), Del Priore (2007), Louro (2008) e Flexor (2009). No campo da História da Educação, os autores com os quais conversaremos são: Gondra e Schueler (2008) e por fim Hilsdorf (2007), para compreender a ação do Estado em favor da infância pobre.


Palavras-chave


educação feminina; currículo; educandário Nossa Senhora da Piedade; primeira república; Paraíba do Sul

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/periferia.2018.33532

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil  

Revista Periferia, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação, Cultura e Comunicação em Periferias Urbanas – PPGECC/UERJ - ISSN: 1984-9540