MULHERES COMO PROTAGONISTAS NA POLÍTICA: A REPRESENTATIVIDADE DA MULHER NA POLÍTICA DA BAIXADA FLUMINENSE – DUQUE DE CAXIAS E MAGÉ, RJ, BRASIL

Lohane Cristina Castro Dantas, Maria Clara Moreira Santos, Isabella Jesus Teixeira Nascimento, Tatiane Pinheiro Cacimiro

Resumo


A temática deste trabalho surge a partir da necessidade de fazer um panorama histórico da mulher na política da Baixada Fluminense, Rio de Janeiro, dando ênfase a dois municípios específicos, Duque de Caxias e Magé. Trata-se de um ensaio etnográfico apresentado à professora Rosangela Malachias, que lecionou a disciplina Cultura Local e Global, na Faculdade de Educação da Baixada Fluminense. O trabalho foi selecionado para integrar as comunicações da 6th WLE Conference, Brazil, 2017. No ano de 2016, tivemos como marco histórico e político o impeachment de Dilma Rousseff, a primeira mulher a assumir a presidência do Brasil. Pensando nesse cenário e no quanto ainda no século XXI, dentro de uma sociedade patriarcal. O fato de uma mulher ser protagonista no meio político e ocupar cargos de responsabilidades e poder, apresenta constrangimentos e incompatibilidade com as representações femininas persistentes na sociedade brasileira. Decidimos estudar a representatividade das mulheres na política, apresentando um estudo de caso com recorte regional - a Baixada Fluminense, região famosa por ter família inteiras no meio político e possuir um caráter extremamente conservador e patriarcal. A Baixada Fluminense é uma região composta por treze municípios, a princípio escolhemos apenas um deles para trabalhar, devido a localidade da Faculdade de Educação da Baixada Fluminense, situada em Duque de Caxias, por haver um interesse em conhecer melhor a história política da cidade, além dos personagens masculinos e já famosos. Nossa intenção é analisar se na política deste município houve participações femininas além das secretárias e cargos comissionados, como foi o caminho até chegarem ao posto que conquistaram através do voto direto e como foi para continuarem assumindo o cargo que lhes fora confiado pela população da cidade. No final do trabalho, esperamos ter conseguido mostrar uma linha histórica da presença das mulheres na política da cidade de Duque de Caxias, fazendo uma análise também com o período histórico e as explosões de identidades.


Palavras-chave


mulheres; política; representatividade; Baixada Fluminense

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/periferia.2018.32689

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil  

Revista Periferia, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação, Cultura e Comunicação em Periferias Urbanas – PPGECC/UERJ - ISSN: 1984-9540