O embate de sentidos do termo "professor": uma análise semântica de propagandas veiculadas pelo MEC

Lívia Cristina de Souza Sigliani, Adilson Ventura da Silva

Resumo


O objetivo deste trabalho é discutir por meio da análise de três propagandas veiculadas pelo Ministério da Educação – MEC, os sentidos do termo professor e como o político se configura nessas relações de sentido sob a perspectiva da Semântica do Acontecimento, teoria que parte do pressuposto da enunciação como um acontecimento de linguagem que produz sentido a partir de uma relação do sujeito com a língua, sendo essa relação prática política, pois instaura o conflito no centro do dizer. Os sentidos não são fixos nem estanques, pois são constituídos na enunciação e não são transparentes, pois o sujeito não tem controle sobre os sentidos. Nossa hipótese é a de que os sentidos de professor não remetem somente ao profissional e que ao passo que sentidos de prestígio são constituídos, sentidos de desvalorização também são percebidos nesses enunciados. Como resultado, percebemos a presença constante do conflito de sentidos em nossas análises.

Palavras-chave


Político, Professor, Propaganda, Semântica do Acontecimento

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/palimpsesto.2019.44979

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Lívia Cristina de Souza Sigliani, Adilson Ventura da Silva

 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/palimpsesto


Palimpsesto é uma publicação do corpo discente do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre MIAR ResearchBib BASE Logo UF Libraries University of Texas Libraries  Library Logo UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB


Licença Creative Commons

A Palimpsesto utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.