Aspectos epistemológicos do legado linguístico de Antoine Culioli

Marcos Luiz Cumpri

Resumo


Este artigo sintetiza aspectos metodológicos da Linguística que Antoine Culioli acreditou, ao menos nos últimos trinta anos, ser aquela responsável pela investigação da Linguagem no amparo das especificidades das línguas naturais e na amostragem dos traços e marcas que regem a construção do sentido no enunciado, sempre pelo viés da atividade significante dos sujeitos. Mostra-se, aqui, também, que o enunciado, além de ser o material de análise da Teoria das Operações Predicativas e Enunciativas (TOPE), é o próprio agenciamento de operações que transcendem tanto a separação entre Sintaxe e Semântica, quanto entre sentido e investimento dos sujeitos.

Palavras-chave


Antoine Culioli; Teoria Linguística; História da Linguística

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/palimpsesto.2018.37304

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Marcos Luiz Cumpri

 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/palimpsesto


Palimpsesto é uma publicação do corpo discente do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre MIAR ResearchBib BASE Logo UF Libraries University of Texas Libraries  Library Logo UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB


Licença Creative Commons

A Palimpsesto utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.