As estruturas com o verbo-suporte dar + sn numa visão discursiva

Alzira Costa Davel

Resumo


Objetiva-se, neste artigo, analisar algumas estruturas com o verbo-suporte do tipo DAR+SN e Dar+uma X-ada, que ocorrem em construções orais e escritas usadas com frequência em contextos interacionais do português brasileiro. Para tanto, serão utilizados os pressupostos da Teoria Funcionalista, segundo os conceitos de Talmy Givón (1995), sob os princípios da iconicidade e da marcação. Verificar-se-á a possibilidade de relativização da marcação, considerando a multifuncionalidade dos itens linguísticos e o caráter de fluidez das categorias linguísticas, prevendo-se que não é possível uma visão estanque da marcação, como vem sendo preconizada por alguns pesquisadores e/ou autores. Serão observados os fatores que podem determinar a marcação dos artigos, das perífrases e dos complementos locativos, verificando-se também, os aspectos semânticos que veiculam sentido denotativo e conotativo, em conformidade com a natureza desses complementos e do contexto interativo. As estruturas em questão são extraídas de fragmentos de textos da Internet (de bate-papos, de diálogos, de propagandas, dentre outros).


Palavras-chave


Verbo-suporte, funcionalismo, iconicidade, marcação.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Alzira Costa Davel

 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/palimpsesto


Palimpsesto é uma publicação do corpo discente do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre MIAR ResearchBib BASE Logo UF Libraries University of Texas Libraries  Library Logo UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB


Licença Creative Commons

A Palimpsesto utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.