A análise morfossintática e o estudo dos sintagmas sugestões metodológicas

Carlos Mauricio da Cruz

Resumo


O ponto de partida para esta reflexão é a dificuldade que os alunos têm, de forma geral, nas aulas de Língua Portuguesa do Ensino Fundamental, com os exercícios tradicionais de análise sintática do período simples. Dificuldade, aliás, acompanhada de um certo vazio, posto que tais exercícios não resultam, concreta e imediatamente, em ampliação de capacidade de expressão oral e escrita. Objetivando sanar as referidas dificuldades, serão feitas sugestões metodológicas para o trabalho com a morfossintaxe em sala de aula, a partir do estudo do sintagma como bloco de estruturação da frase.

Palavras-chave


análise Morfossintática, sintagma, ensino de Língua Portuguesa.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Carlos Mauricio da Cruz

 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/palimpsesto


Palimpsesto é uma publicação do corpo discente do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre MIAR ResearchBib BASE Logo UF Libraries University of Texas Libraries  Library Logo UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB


Licença Creative Commons

A Palimpsesto utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.