ANÁLISE DO PROJETOS DE MAPEAMENTO NA REGIÃO PAN-AMAZONIA COM DESTAQUE PARA ENSINO CARTOGRÁFICO E COMO ELE É BASE INSTRUMENTAL PARA LEITURAS ESPACIAIS ENSINO DE GEOGRAFIA

Keith de Souza Palmeira

Resumo


A região Pan-Amazônica abarca os países Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana, Guiana Francesa, Peru, Suriname e Venezuela. O projeto de mapeamento Pan-Amazônico buscou identificar a distribuição e a incidência dessas produções, com base em indicadores espaciais que permitam compreender as disparidades, a  entre municípios, estados e países. E esse trabalho busca contribuir para ressaltar como a cartografia é um ensino importante dentro do ensino de geografia, pois permite que se desenvolva habilidades para analisar e para compreender o território e etc.. O projeto que se propôs trabalhar em diferentes escalas a fim identificar  a distribuição e a concentração de produções científica acadêmicas desenvolvida pelas universidades AUSJAL - La Asociación de Universidades Confiadas a la Compañía de Jesús en América Latina- está, mais especificamente, consolidado com um banco de dados com inserção da produção científica de algumas universidades. E em desenvolvimento a visualização interativa dessa incidência e como ela se apresentará como instrumentos de análise espacial. Esses avanços do projeto permite analisar por meio de mapas os ensino por detrás dos saberes cartográficos, esses muito importantes dentro das ciências. Vale lembrar que a importância da visualização de representação por mapas se faz desde que os primitivos em grafavam símbolos em pedras e cavernas. E, deste modo, não podemos deixar de ressaltar a importância dos ensino de cartografia nos ensinos de geografia para uma compreensão das representações geográficas que muito facilitam o entendimento em escalas como neste projeto de mapeamento.


Palavras-chave


cartografia; mapeamento; geografia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/hne.2017.31972

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários




Indexada em | Indexed by:

ISSN: 2317-8361 | DOI da revista: http://dx.doi.org/10.12957/hne