"Continuar não é repetir": a política externa dos governos Lula e Dilma em perspectiva comparada

Adriana Pilar Ferreira Albanus

Resumo


O presente artigo realiza uma comparação entre os governos de Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010) e Dilma Rousseff (2011-jul-2014) em termos de política externa. Assim, elabora-se uma descrição da matriz adotada por Lula em âmbito internacional, suas estratégias e agendas. Em seguida, é efetuado um breve histórico da política externa desenvolvida por Dilma, da posse a julho de 2014. Por fim, frente o caráter hereditário da Presidenta em relação ao seu antecessor, realiza-se uma análise comparada dos elementos de ruptura e continuidade presentes em ambas matrizes de política externa.


Palavras-chave


Governo Lula; Governo Dilma; Política externa brasileira

Texto completo:

PDF

Referências


AMORIM, Celso. Brazilian foreign policy under President Lula (2003-2010): an overview. Brasília: Brasília: Revista Brasileira de Política Internacional, a.53, p. 214-240, 2010.

BARROCAL, André. O clímax diplomático de Dilma. São Paulo: Carta Capital, jul. 2014.

BARRETO, Fernando de Mello. A política externa após a redemocratização: tomo II – 2003-2010. Brasília: FUNAG, 2012.

CERVO, Amado Luiz. Brazil’s rise on the international scene: Brazil and the world. Brasília: Revista Brasileira de Política Internacional, a.53, p. 54-72, 2010.

CERVO, Amado Luiz; BUENO, Clodoaldo. História da política exterior do Brasil. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 4.ed., 2011.

CORNETET, João Marcelo Conte. A política externa de Dilma Rousseff: contenção na continuidade. Porto Alegre: Conjuntura Austral, v.5, n.24, jun.-jul. 2014.

FLECK, Isabel. Após expansão sob Lula, Dilma segura vagas na diplomacia. São Paulo: Folha de SP, abr. 2013.

HERMANN, Charles F. Changing Course: When governments choose to redirect foreign policy. Londres: International Studies Quartely, v.34, n.1, p.3-21, mar.1990.

PEREIRA, Paulo Celso. “Continuar não é repetir”. Revista Veja, 2199 ed., a.44, n.2, p.17-21, 12 jan. 2011.

SILVA, André Luiz Reis da. Uma diplomacia multidimensional? As transformações matriciais da política externa brasileira recente (2000-2010). In: Simpósio Nacional de História, 26, 2011, São Paulo 2011. Anais do XXVI Simpósio Nacional de História... São Paulo: ANPUH, jul.2011.

SILVA, André Luiz Reis da. Brasil, potência emergente: desafios do desenvolvimento e da inserção internacional. In: VISENTINI, Paulo [et al]. Brics: as potências emergentes: China, Rússia, Índia, Brasil e África do Sul. Rio de Janeiro: Vozes, 2013.

VISENTINI, Paulo Fagundes. A projeção internacional do Brasil:1930-2012: diplomacia, segurança e inserção na economia mundial. Rio de Janeiro: Elsevier, 2013.




DOI: https://doi.org/10.12957/neiba.2015.13860

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais

Indexada em | Indexed by:

 Academia.edu  

 

 

ISSN: 2317-3459 (Qualis B2)

PPGRI - Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais

Rua São Francisco Xavier, 524, Pavilhão - João Lyra Filho, 9ºandar, Bloco F, sala 9037, Maracanã, Rio de Janeiro, RJ - Cep: 20550-013 - Tel. fax: (021) 2334 0678 /// E.mail – uerjneiba@gmail.com