v. 12, n. 2 (2020)

Dossiê "Sociedades Asiáticas na Antiguidade"

O estudo das sociedades asiáticas tem se mostrado um campo fértil e multifacetado. Foi o sinólogo Marcel Granet que apontou, em 1929, a impossibilidade de nos considerarmos especialistas em ciências humanas se nossos currículos continuassem a ignorar dois terços do mundo – ou seja, as civilizações de Ásia, África, Oceania e a América pré-colonial. De certa forma, essa ausência persiste na academia, com exceções pontuais.

Dessa forma, a iniciativa de formar um dossiê sobre as Sociedades Asiáticas na Antiguidade vem em resposta a essa premente necessidade, apontando caminhos para a pesquisa e para uma verdadeira e autêntica liberdade de pensar e conhecer.

Nesse número, pretendemos promover um ponto de encontro entre os mais diferentes especialistas, abrangendo um amplo espaço geográfico e histórico que vai de Israel ao Japão. Nossa intenção é escapar ao Orientalismo, bem denunciado por Edward Said (1998), que homogeniza e estereotipa as culturas asiáticas. Buscamos apresentá-las em sua diversidade, originalidade e antiguidade, revelando aspectos culturais enriquecedores para nossa formação.

 

Edição completa

Ver ou baixar a edição completa PDF

Sumário

Apresentação

André Bueno
PDF
8-18

Editorial

André da Silva Bueno
PDF
19-41

Dossiê

Bony Braga Schachter
PDF
42-88
Fernanda Chamarelli de Oliveira
PDF
89-115
Jana S. Rošker
116-134
Janaina de Fátima Zdebskyi
PDF
135-155
João Gomes Braatz
PDF
156-169
Jorge Henrique Almeida de Jesus
PDF
170-197
Josué Berlesi
PDF
198-212
Krisztina Hoppál
213-235
Larissa Bianca Nogueira Redditt
PDF
236-255
Lía Rodriguez de la Vega
256-576
Priscila Cristina Nascimento Lopez Scoville
PDF
277-294
Rodrigo Nunes do Nascimento
PDF
295-313
Simone Aparecida Dupla
PDF
314-333

Traduções

Yuri Pines
PDF
334-363