Nobres e magistrados: uma discussão sobre o conceito de nobreza

Nara Maria de Paula Tinoco

Resumo


Neste trabalho, discutiremos a importância do conceito de nobreza para um grupo em particular: os magistrados. Diferente dos demais oficiais régios, devido à formação em Direito, eles se destacavam por exercerem e interpretarem as Leis, bem como por representarem a face mais visível dos Monarcas: a Justiça. Os magistrados formavam um grupo mais alargado e heterogêneo em suas obrigações e interesses pessoais: os letrados, que influenciaram todo o período moderno português. Ao longo do tempo, surgiu a indispensabilidade de situarmos o conceito de nobreza e suas subdivisões para construirmos o perfil, as carreiras, as hierarquias e as estratégias/estratagemas destes indivíduos e dos demais grupos constituintes da administração portuguesa e de suas conquistas.


Palavras-chave


Nobreza; Magistrado; Oficios

Texto completo:

PDF

Referências


CAETANO, Antônio Filipe Pereira. Comunicações jurídicas, circulações judiciais e redes governativas na Comarca das Alagoas (1789-1821). In: Dinâmicas sociais, políticas e judiciais na América Lusa: hierarquias, poderes e governo (século XVI-XIX). Recife: Ed. UFPE, 2016.

CAMARINHAS, Nuno. Juízes e administração da justiça no Antigo Regime: Portugal e o Império colonial, séculos XVII e XVIII. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2010.

CHARTER, Roger. O Homem de Letras. In: VOVELLE, Michel (dir.). O homem do Iluminismo. Lisboa: Presença, 1997.

FRAGOSO, João; MONTEIRO, Nuno Gonçalo (orgs.). Um Reino e suas Republicas: comunicações políticas entre Portugal, Brasil e Angola nos séculos XVII e XVIII. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2017.

GINZBURG, Carlo. A Micro-História e outros ensaios. Rio de Janeiro: Bertrand,1991.

HESPANHA, António Manuel; SANTOS, Maria Catarina. Os poderes num Império Oceânico. In: (coord.). História de Portugal. Vol. 4: O Antigo Regime, 1620-1807. Coord.: Antônio Manuel Hespanha. Lisboa: Estampa, 1998.

LEVI, Giovanni. Prefácio. In: OLIVEIRA, Mônica Ribeiro de; ALMEIDA, Carla Maria de Carvalho (orgs.). Exercícios de micro-história. Rio de Janeiro: FGV, 2009.

LEVI, Giovanni. Usos da biografia. In: FERREIRA, Marieta de Moraes; AMADO, Janaína (orgs.). Usos e abusos da história oral. Rio de Janeiro: FGV, 2006.

MARAVALL, José Antônio. Poder, honor y élites em el siglo XVII. Madrid: Siglo XXI, 1989.

MELLO, Isabele de Matos Pereira de. Magistrados a serviço do Rei: a administração da Justiça e os Ouvidores Gerais na Comarca do Rio de Janeiro (1710-1790). Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2015.

MONTEIRO, Nuno. O “Ethos” Nobiliárquico no final do Antigo Regime: poder simbólico, império e imaginário social. Almanack Brasiliense, São Paulo, n. 2, p. 4-20, 2005.

NAPPI, Thiago Rodrigues. Dos sentimentos de honra na literatura política do Antigo Regime segundo as concepções de Montesquieu. 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Estadual de Maringá, Maringá – PR.

OLIVAL, Fernanda. Mercado de hábitos e serviços em Portugal (séculos XVII-XVIII). Análise Social, v. XXXVIII, n. 168, p. 743-769, 2003.

RAMINELLI, Ronald. Viagens Ultramarinas: monarcas, vassalos e governo a distância. São Paulo: Alameda, 2008.

RONALD, Raminelli. Nobreza sem linhagem. In: Nobrezas do novo mundo: Brasil e ultramar hispânico, séculos XVII e XVIII. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 2015.

SCHWARTZ, Stuart. Burocracia e sociedade no Brasil colonial: o Tribunal Superior da Bahia e seus desembargadores, 1609-1751. São Paulo: Perspectiva, 1979.

SILVA, Maria Beatriz Nizza da. Ser nobre na colônia. São Paulo: Ed. UNESP, 2005.

SUBTIL, José. Os desembargadores em Portugal (1640-1820). In: CUNHA, Mafalda Soares da; MONTEIRO, Nuno Gonçalo; CARDIM, Pedro (orgs.). Optima Pars: elites Ibero-Americanas do Antigo Regime. Lisboa: ICD, Imprensa de Ciências Sociais, 2005.




DOI: https://doi.org/10.12957/revmar.2018.33645

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores

                 

         

              

               

 

 

Divulgadores