Uma lágrima sobre a cicatriz: o desmonte da universidade pública como desafio à reflexão histórica (#UERJresiste)

Francisco Gouvea de Sousa, Géssica Guimarães, Thiago Lima Nicodemo

Resumo


O ofício do historiador tem sido objeto de reflexão ao longo de toda a tradição historiográfica no Ocidente. Tucídides questionou as fontes e o método da História de Heródoto, avaliando as possibilidades de um discurso verdadeiro sobre o passado e desde então muitos já se dispuseram a tarefa semelhante. Mas além desse aspecto heurístico de seu trabalho, os historiadores imprimem em sua obra uma série de seleções, intencionais ou não, que revelam a feição subjetiva de seu fazer. É sobre essa característica que trataremos aqui. Se a subjetividade deixou de ser o calcanhar de Aquiles dos historiadores, nos parece, contudo que ainda há espaço para o debate acerca de sua atitude face ao seu objeto de pesquisa e suas escolhas na construção da narrativa sobre o passado. Esse trabalho se propõe a somar ao debate acerca da importância da construção de narrativas sobre o passado no contexto contemporâneo e à compreensão da dimensão temporal da escrita da história, admitindo a história da historiografia como uma fonte para a explorar sua historicidade.


Palavras-chave


Historicidade; História da Historiografia; Universidade

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, Valdei L. A aula como desafio à experiência da história. In: GONÇALVES, Marcia de Almeida et al. (orgs.). Qual o valor da história hoje? Rio de Janeiro: Ed. FGV, 2012.

ARAÚJO, Valdei L. História da historiografia como analítica da historicidade. História da Historiografia, Mariana, v. 12, p. 34-44, 2013.

ARAUJO, Valdei Lopes. O século XIX no contexto da redemocratização brasileira: a escrita da história oitocentista, balanço e desafios. In: ARAUJO, Valdei Lopes; OLIVEIRA, Maria da Glória (orgs.). Disputas pelo Passado: História e historiadores no Império do Brasil. Ouro Preto: Editora da Universidade Federal de Ouro Preto, 2012.

AUERBAH, Eric. A Cicatriz de Ulisses. In: Mimesis: a representação da realidade na literatura ocidental. São Paulo: Perspectiva, 2004.

BAKHTIN, Mikhail. Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo: HUCITEC, 2006.

BAKHTIN, Mikhail. Os gêneros do discurso. In: Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

BEVERNAGE, Berber. History, Memory and State-Sponsored violence: Time and Justice. London: Routledge, 2011.

BLOCH, Marc. Apologia da História. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

CARR, Edward Hallet. O que é história? Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978.

CROCE, Benedetto. Storia come pensiero e come azione. Bari: Laterza, 1970.

DE FARIA PEREIRA, M. H., CRISTOVÃO DOS SANTOS, P. A.; NICODEMO, T. L. Brazilian historical writing in global perspective: on the emergence of the concept of “historiography”. History and Theory, Middletown, n. 54, p. 84-104, 2015.

DE GROOT, Gerome. Consuming History. Londres: Routledge, 2009.

ECHMANN, Gotthard; STEHR, Nico. Niklas Luhmann. Tempo social [online], v. 13, n. 2, 2001

FENDT, Gregor; et al. Entangled memory: toward a third wave in memory studies. History and Theory, Middletown, n. 53, 2014.

FINK, Carole. Marc Bloch: a life in history. Cambridge: Cambridge University Press, 1991.

FOUCAULT, Michel. O que é um autor? Lisboa: Veja; Passagens, 2002.

FRIGOTTO, Gaudêncio (org.). Escola “Sem” Partido: esfinge que ameaça a educação e a sociedade brasileira. Rio de Janeiro: UERJ; LPP, 2017.

GADDIS, John Lewis. Paisagens da História: Como os historiadores mapeiam o passado. Rio de Janeiro: Campus, 2003.

GUIMARÃES, M. L. L. S. Memória, história e historiografia. In: BITTENCOURT, José Neves; BENCHETRIT, Sara Fassa; TOSTES, Vera Lúcia Bottrel (orgs.). História representada: o dilema dos museus. Rio de Janeiro: Museu Histórico Nacional, 2003.

GUMBRECHT, Hans Ulrich. Produção de presença: o que o sentido não consegue transmitir. Rio de Janeiro: Contraponto; Ed. PUC-Rio, 2010.

HABERMAS, J. Política cientificizada e opinião pública. In: Técnica e ciência como “ideologia”. São Paulo: Ed. Unesp, 2014.

HARTOG, François. Primeiras figuras do historiador na Grécia: historicidade e história. In: Os antigos, o passado e o presente. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2003.

KONDER, Leandro. A questão da ideologia. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.

KOSELLECK, Reinhardt. Futuro passado: contribuição à semântica dos tempos históricos. Rio de Janeiro: Contraponto; PUC–Rio, 2006.

LENCLUD, Gérard. Sur les regimes d’historicité: traversées dans les temps. Annales: Histoire, Sciences Sociales, 61 année, n. 5, p. 1053-1084, sep.-oct. 2006.

LUHMANN, Niklas. A realidade dos meios de comunicação. São Paulo: Paulos, 2005.

LUHMANN, Niklas. Introdução à Teoria dos Sistemas. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010.

MAIA, Carlos. Crise da História ou Crise dos Historiadores. In: História, Ciência e Linguagem: o dilema do relativismo-realismo. Rio de Janeiro: Mauad X, 2015.

MARQUES, Luiz. Capitalismo e Colapso Ambiental. Campinas, SP: Ed. Unicamp, 2015.

MATTOS, Ilmar Rohloff de. "Mas não somente assim!” Leitores, autores, aulas como texto e o ensino-aprendizagem de História. Tempo [online], Niterói (RJ), v. 11, n. 21, p. 5-16, 2006.

MOLON, Newton Duarte; VIANNA, Rodolfo. O Círculo de Bakhtin e a Lingüística Aplicada. Bakhtiniana: Revista de Estudos do Discurso, São Paulo, v. 7, n. 2, jul.-dez. 2012.

NICODEMO, Thiago Lima. Urdidura do Vivido. São Paulo: EDUSP, 2008.

PALTÍ, Elias. Verdades y saberes del marxismo. Buenos Aires: Fondo de Cultura Económica, 2010.

PROST, Antonie. Doze lições sobre história. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.

RICOEUR, Paul. A memória, a história, o esquecimento. Campinas: UNICAMP, 2007.

SANCHES, Dalton. As escritas de (e sobre) Raízes do Brasil: possibilidades e desafios à história da historiografia. História da Historiografia, Mariana, n. 9, 2012.

ZANIN, Caio. A Evidência Histórica na Prática Historiográfica de Sérgio Buarque de Holanda em Visão do Paraíso. 2017. Dissertação (Mestrado em História) -Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.




DOI: https://doi.org/10.12957/revmar.2017.28598

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores

                 

         

              

              

 

Divulgadores