O Uruguai como alvo da ditadura brasileira de segurança nacional

Enrique Serra Padrós

Resumo


O presente artigo relaciona a atuação extra-fronteiriça da ditadura brasileira pressionando países vizinhos do Cone Sul para obter colaboração no controle dos seus exilados espalhados pela região. Da mesma forma, examinam-se suas preocupações com o surgimento de “focos subversivos” ao redor das suas fronteiras. Analisaremos o caso uruguaio (1964-1973) por ser emblemático dessas relações que sintetizam as responsabilidades do Brasil na eclosão de golpes de Estado e na consolidação de ditaduras de segurança nacional na região.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/revmar.2014.14308

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores

                 

         

              

              

 

 

Divulgadores