Retirada do mundo e dissolução do mundo: noções de Heidegger na era dos jogos de computador

Mathias Fuchs

Resumo


Este trabalho indaga se e de que modo os conceitos de Martin Heidegger de Weltentzug e Weltzerfall, elaborados pelo filósofo para falar de objetos artísticos tradicionais como a pintura, podem ser apropriados para o estudo de artefatos contemporâneos como os jogos digitais. A partir da aspiração mimética dos jogos de computador, utilizando exemplos que passam por Tetris (1984) e Assassin’s Creed Unity (2014), o artigo discute o estatuto ontológico do jogo e sua relação com o mundo, recuperando e reabilitando, neste entremeio, o conceito heideggeriano de Terra.


Palavras-chave


Jogos de computador; Filosofia da Arte; Estéticas digitais

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/logos.2019.45341

Indexada em:Latindex . Sumarios.org . Univerciência. Doaj
Rua São Francisco Xavier, 524 -10 º Andar - Sala 10129 Bloco F - Maracanã - Rio de Janeiro - RJ
cep: 20550-013 - e-mail: logos@uerj.br