Inclusão digital: resultados de um curso de informática para idosos

José Raphael Bokehi, Gian Vitor Almeida Rocha, Maria Carmen Vilas-Bôas Hacker Alvarenga

Resumo


A inclusão digital de idosos ainda representa um desafio no Brasil. O Projeto Incluir surgiu em 2006, sob o financiamento da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), visando atender ao Pré-Universitário Popular da Escola de Engenharia da UFF. Em 2007, ampliou sua atuação ao público idoso através da parceria com o do programa de extensão Espaço Avançado da Terceira Idade, da Escola de Serviço Social da UFF, um dos primeiros programas institucionais a focalizar questões de envelhecimento e a atender à terceira idade em Niterói. O papel do Projeto Incluir é prover o acesso à tecnologia a uma parcela da população que, por motivos culturais ou socioeconômicos, se vê à parte do mundo informatizado. Este trabalho relata os resultados obtidos por este projeto no período de 2010 a 2018. Para tanto foi efetuada uma busca documental nos relatórios anuais do projeto, bem como nas avaliações dos bolsistas e alunos que dele participaram neste mesmo período. Foram atendidos 384 idosos, em turmas de nível inicial e avançado. O projeto contou com 20 bolsistas de extensão, 5 discentes voluntários e 2 professores ao longo de seu funcionamento. As avaliações dos alunos mostram satisfação com o curso e incorporação de atividades ligadas à informática em suas atividades de rotina.  Dessa forma, conclui-se que o projeto vem contribuindo para ampliar a utilização das ferramentas de informática no cotidiano dos alunos, favorecendo a adoção de novas formas de inserção social e o uso de ferramentas de interesse na sua rotina.


Palavras-chave


Inclusão Digital. Idosos. Extensão Universitária

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/interag.2019.53548

ISSN: 1519-8847 | E-ISSN: 2236-4447
Depext-SR3/UERJ