Encontros, Laços e Vidas: o acompanhamento no CAPS

Cíntia Moreira de Souza Fraga, Ademir Pacelli Ferreira

Resumo


http://dx.doi.org/10.12957/interag.2011.5332

Este trabalho visa apresentar algumas reflexões sobre a criação do dispositivo terapêutico Centro de Atenção Psicossocial (CAPS). Parte-se da experiência de estágio em projeto de extensão no Hospital Dia (HD) da Unidade de Psiquiatria e em sua posterior transição em CAPS, pontuando alguns elementos desta transição. Apresenta-se o acompanhamento terapêutico de umafrequentadora nesta transição, para ilustrar alguns elementos desta mudança. Indica-se alguns elementos para refletir sobre a questão da institucionalização e desinstitucionalização nos novos dispositivos de saúde mental no Brasil. Finalmente, pontua-se a importância da formação de profissionais para o avanço das políticas de transformação das práticas em saúde mental.


Palavras-chave


Atenção Psicossocial; Desinstitucionalização; Projeto Terapêutico; Caso ClínicoAtenção Psicossocial; Desinstitucionalização; Projeto Terapêutico; Caso Clínico

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/interag.2011.5332

ISSN: 1519-8847 | E-ISSN: 2236-4447
Depext-SR3/UERJ