O teatro e a educação em saúde na escola: relato de experiência

Lucas Lima de Carvalho, Eduardo Alexander Júlio César Fonseca Lucas, Antonio Eduardo Vieira dos Santos, Lucas Rodrigues Claro, Bruna Liane Passos Lucas, Amanda dos Santos Cabral, Maria Cristina Dias da Silva, Marcela Pereira da Silva Mello, Maria Kátia Gomes, Ravini dos Santos Fernandes Vieira dos Santos, Alexandre Oliveira Telles, Vera Lucia Rabello de Castro Halfoun, Regina Izabella Mendes da Costa

Resumo


Relato de experiência de atividades extensionistas. Objetivou: caracterizar o grupo atendido pelo projeto conforme o perfil de sexo, idade e classe econômica; descrever as experiências da equipe executora do projeto referentes à educação em saúde na modalidade lúdico-teatral realizadas em escola de Ensino Fundamental do município do Rio de Janeiro; discutir os significados das vivências da equipe quanto às ações realizadas junto ao público-alvo relativas à promoção da saúde. Público-alvo: crianças de 6 a 12 anos. A abordagem qualitativa do tipo etnográfica apoiada em Geertz possibilitou a identificação de significados das experiências da equipe. Os significados das temáticas das ações de educação em saúde são culturalmente apreendidos desde a infância, sendo constantemente reelaborados e reproduzidos no decorrer da vida, porém mantendo certo padrão. A centralidade das ações estava representada por significados relacionados predominantemente ao modelo biomédico, mas no decorrer das ações distintas percepções emergiram. Ressalta-se o potencial de reflexão/crítica dos escolares sobre a realidade.


Palavras-chave


Saúde Escolar; Promoção da Saúde; Educação Popular; Atenção Primária à Saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/interag.2020.50780

ISSN: 1519-8847 | E-ISSN: 2236-4447
Depext-SR3/UERJ