Estado nutricional de crianças atendidas em centro de recuperação nutricional de Guarapuava-PR

Pâmela Schactae Lacerda, Nilciane Taques, Daniele Gonçalves Vieira, Gabriela Datsch Benneman, Marcela Komechen Brecailo, Paula Chuproski Saldan

Resumo


A alimentação é fator essencial para o adequado desenvolvimento e estado nutricional das crianças. O objetivo do trabalho foi descrever o estado nutricional antropométrico e alimentar de crianças atendidas em Centro de Recuperação Nutricional de Guarapuava–PR. A coleta de dados foi realizada por meio de anamnese nutricional a qual contava com dados para caracterização da amostra, consumo alimentar e antropométricos. O estado nutricional foi classificado pelas curvas da Organização Mundial de Saúdee em casos especiais, utilizou-se as curvas de Brooks et al., para paralisia cerebral e as curvas de Cronk et al., e Mustacchi para Síndrome de Down. Já os indicadores de consumo alimentar foram construídos com base no manual do Ministério da Saúde “Orientações para Avaliação de Marcadores de Consumo Alimentar na Atenção Básica”. Fizeram parte da amostra 111 crianças, predominantemente do sexo masculino (57,6%), com média de idade de 27,9meses (desvio – padrão (DP) ± 28,67 meses) e estado nutricional adequado segundo os índices antropométricos avaliados (IMC/I=81%, P/I=79,5% e E/I=95,4%). Em relação ao consumo alimentar, apresentavam-se baixos os indicadores aleitamento materno exclusivo (11%), introdução de alimentos (25%) e diversidade alimentar mínima (24%), mas, com frequência mínima e consistência adequada (86%), presença de ao menos três refeições diárias (73,8%) e consumo de alimentos ricos em ferro (88%), como também de feijão (76,1%). Porém os alimentos não saudáveis eram consumidos de maneira elevada em todas as faixas etárias analisadas (6-23 meses e maiores de 2 anos), com maior destaque para bebidas adoçadas (61,2% e 66,6%, respectivamente). A atenção ao público infantil com orientações de alimentação saudável pode ajudar na prevenção de doenças crônicas não transmissíveis na adolescência e vida adulta.


Palavras-chave


Estado nutricional; Consumo alimentar; Indicadores; Crianças.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/interag.2018.31576

ISSN: 1519-8847 | E-ISSN: 2236-4447
Depext-SR3/UERJ