A Experiência da Coleta Seletiva Solidária: o caso do Campus Regional de Resende – Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Rhaissa Calixto Vieira, Larissa Soares Nunes, Priscila Carelli da Costa, Mitaiana Maria Carvalho Pinto, Denise Celeste G. de Andrade Rodrigues, Elaine Ferreira Tôrres

Resumo


Destinar adequadamente o lixo é um dos grandes desafios da administração pública em vários países. Diante disso, no Campus Regional de Resende, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, está sendo desenvolvido um projeto de extensão visando a implantação da Coleta Seletiva Solidária de resíduos recicláveis. Este texto visa relatar esta experiência e, para a sua realização, empregou-se o método de gestão conhecido como PDCA (Plan, Do, Check, Act). O levantamento de dados foi feito em cada setor para identificar os principais resíduos gerados. A coleta seletiva foi iniciada com a segregação dos resíduos das obras, cantina e laboratórios. Os provenientes das salas de aula, departamentos, secretaria e biblioteca ainda não estão sendo coletados e serão objetos de ação posterior. Em todo o campus está sendo realizada uma política de conscientização através de cartazes esclarecendo o que é reciclável ou não para implementar a coleta seletiva solidária. Espera-se contribuir para a construção de conhecimento pelos estudantes e a formação do pensamento crítico, desenvolvendo-se habilidades cognitivas, solução de problemas e capacidade de tomar decisões, próprias do pleno exercício da cidadania. A meta a ser atingida pelo projeto é ter um Campus mais econômico e ecologicamente correto, sendo transformado em uma referência para a região do seu entorno.


Palavras-chave


Resíduos Sólidos; Coleta Seletiva Solidária; Educação Ambiental; Universidade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/interag.2010.2598

ISSN: 1519-8847 | E-ISSN: 2236-4447
Depext-SR3/UERJ