Educação em Saúde e Sexualidade do Escolar

Daniel Cavarette Dziabas, Sybelle de Souza Castro Miranz

Resumo


Este estudo objetiva relatar a experiênciade universitários no desenvolvimento docurso de educação sexual em uma escolamunicipal. Metodologia: projeto de extensãoem “Sexualidade e Educação em Saúdedo Escolar”, desenvolvido por acadêmicose docentes da Universidade Federal doTriângulo Mineiro (UFTM), em uma escolamunicipal, na forma de curso, para os escolaresdo ensino fundamental, dividido em 6módulos: 1) Fisiologia e anatomia humana;2) Iniciação, maturação e comportamentosexual; 3) Métodos contraceptivos; 4)DST/Aids; 5)Violência e exploração sexual;6) Menopausa/Andropausa e disfunçõessexuais. O método didático foi interativo,dinâmico e lúdico, permeado por grandevariedade de materiais ilustrativos. Foramaplicados pré e pós-questionários deconhecimento sobre sexualidade paraavaliação. Resultados: 88% dos estudantespossuíam conhecimento deficitário sobresexualidade, mesmo aqueles sexualmenteativos (40%). Os mitos sobre sexualidadeforam presentes nas opiniões da maioriados alunos. Os módulos 2, 3 e 4 despertarammaior atenção e dúvidas. 72% nãoconversam sobre sexo com seus pais ouprofessores, baseiam seu conhecimentoem revistas, programas de TV e conversasinformais. Conclusão: Há necessidade deinserção de temas e atividades relacionadosà educação sexual nas escolas. O métodoutilizado foi satisfatório para melhorpreparo dos estudantes para a vida sexual.Essa atividade possibilitou capacitar os acadêmicospara uma abordagem adequadaao público alvo, no que tange a linguageme técnicas didáticas.


Texto completo:

PDF


ISSN: 1519-8847 | E-ISSN: 2236-4447
Depext-SR3/UERJ