Pesquisa e Extensão - Atividades Dissociadas?

Rosa Leonôra Salemo Soares

Resumo


A Extensão Universitária no Brasil vem sofrendo transformações na sua concepçãoe execução desde a década de 1930. Essa flexibilidade de ação muitasvezes deu origem ao falso conceitode que essas atividades não se constituemem atividade acadêmica. O artigotem como objetivo fornecer subsídiosque definem a extensão comoum campo de experimentação adequadopara a aplicação e transferência do conhecimento produzido. Alémdisso, propõe que a Universidade brasileirainicie discussão de um noVo modelo na construção da indissociabilidade ensino-pesquisa eextensão.

Palavras-chave


Extensão Universitária; Pesquisa; Universidade Brasileira

Texto completo:

PDF


ISSN: 1519-8847 | E-ISSN: 2236-4447
Depext-SR3/UERJ