Uma obra denúncia: olhares da imprensa do Rio de Janeiro sobre a Geografia da Fome

Helder Remigio de Amorim

Resumo


Este artigo problematiza a repercussão na imprensa brasileira da publicação da obra Geografia da Fome (1946) de autoria do intelectual e político Josué de Castro (1908-1973). O livro foi publicado no ambiente do Pós-guerra, momento em que as políticas públicas de combate a fome estavam na ordem do dia. Nesse sentido, o presente texto procura articular a trajetória de Josué de Castro com os debates suscitados pela publicação de Geografia da Fome no Brasil. O fim do Estado Novo e a tentativa de reconstrução da democracia representaram um momento propício para o lançamento de um livro que promoveu uma denúncia sobre a condição de desnutrição em que a maior parcela da população brasileira vivia. Desse modo, o presente texto analisa a veiculação de notícias sobre a repercussão da publicação de Geografia da Fome nos periódicos Diário de Notícias, O Jornal e Tribuna Popular, possibilitando reflexões sobre a sua dimensão humanista e de como se tornou uma referência para às políticas públicas de combate a fome.



Palavras-chave


Josué de Castro; trajetória; Geografia da Fome

Texto completo:

PDF

Referências


Fontes

Acervo Pessoal Josué de Castro – Fundação Joaquim Nabuco (FUNDAJ)

Voto de Edison Carneiro no Prêmio Pandiá Calógeras concedido a Geografia da Fome em 1946. Parecer sobre JC 3ºs. Pasta M.

Diário de Notícias, Rio de Janeiro, 22 de dezembro de 1946, p. 3-6. Pasta 16.

O Jornal, Rio de Janeiro, 03 de janeiro de 1947, p. 12. Pasta 16.

O Jornal, Rio de Janeiro, 22 de janeiro de 1947, p. 6. Pasta 16.

O Jornal, Rio de Janeiro, 09 de junho de 1949. Pasta 15.

Diário de Notícias, Rio de Janeiro, 02 de fevereiro de 1947, p. 3. Pasta 16.

Diário de Notícias, Rio de Janeiro, 02 de fevereiro de 1947, p. 10-11. Pasta 16. Diário de Notícias, Rio de Janeiro, 20 de outubro de 1948, p. 2. Pasta 15.

Tribuna Popular, Rio de Janeiro, 03 de janeiro de 1947, p. 3. Pasta 16. Tribuna Popular, Rio de Janeiro, 04 de janeiro de 1947, p. 12. Pasta 16.

Diario Popular, São Paulo, 28 de dezembro de 1948, p.6. Pasta 15.

Acervo da Academia Brasileira de Letras – Rio de Janeiro

Revista da Academia Brasileira de Letras. Concursos literários de 1947. V.75, jan-jun, 1948, p. 277-278. Biblioteca Acadêmica Lúcio de Mendonça.

DOPS-PE - Acervo do Arquivo Público Estadual João Emerenciano (APEJE)

Prontuário de Josué Apolônio de Castro. Nº 600. DOPS-RJ

DOPS-RJ - Acervo do Arquivo Público do Estado do Rio de Janeiro (APERJ)

Prontuário de Josué Apolônio de Castro. Nº 10.691. DOPS-PE.

Arquivo da UNESCO - Paris

CASTRO, Josué. Le problème de l’álimentation en Amérique du Sud. Paris: UNESCO/ DUNOD, 1950. Archives. COM.COL.HN/01

Referências bibliográficas

BIZZO, Maria Letícia Galluzzi (2009). Ação política e pensamento social em Josué de Castro. Bol. Mus. Para. Emílio Goeldi. Ciências. Humanas, Belém, v. 4, n. 3, pp. 401-420, set.- dez.

CARVALHO, José Murilo de (2013). Cidadania no Brasil: o longo caminho. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

CARNEIRO, Henrique (2003). Comida e Sociedade. Uma história da alimentação. Rio de Janeiro: Elsevier.

CASTRO, Josué de (1946). Geografia da Fome. A Fome no Brasil. Rio de Janeiro: Edições Cruzeiro.

CASTRO, Josué de (1959). Geopolítica da Fome. São Paulo: Editora Brasiliense. CASTRO, Josué (1950). Le problème de l’álimentation en Amérique du Sud. Paris: UNESCO/ DUNOD.

CASTRO, Josué (1965). Sete Palmos de Terra e um Caixão. Ensaio sobre o Nordeste uma Área Explosiva. São Paulo: Editora Brasiliense.

DELGADO, Lucília Neves (2001). Trabalhismo, desenvolvimentismo: um projeto para o Brasil. In: FERREIRA, Jorge (Org.). O populismo e a sua história: debate e crítica. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

Dicionário Histórico Biográfico Brasileiro pós 1930 (2001). 2 ed. Rio de Janeiro: Ed. FGV.

DOSSE, François (2009). O Desafio Biográfico. Escrever uma vida. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo.

FERREIRA, Marieta de Moraes (2006). Getúlio Vargas: uma memória em disputa. Rio de Janeiro: CPDOC.

GUERELLUS, Natália de Santanna (2015). Como um castelo de cartas: culturas políticas e a trajetória de Rachel de Queiroz (1910-1964). Tese (Doutorado) - Universidade Federal Fluminense, Departamento de História.

JUDT, Tony (2011). Pós-Guerra: uma história da Europa desde 1945. Rio de Janeiro: Objetiva.

JUDT, Tony (2010). Reflexões sobre um século esquecido, 1901-2000. Rio de Janeiro: Objetiva.

MAGALHÃES, Rosana (1997). Fome: uma (re) leitura de Josué de Castro. Rio de Janeiro: FIOCRUZ.

NASCIMENTO, Renato Carvalheira do (2010). Três Combates da Fome no Brasil: Josué de Castro, Betinho e Dom Hélder Câmara. VIII Congresso Latino Americano de Sociologia Rural, Porto de Galinhas – PE, novembro, pp. 1-29.

PALLARES-BURKE, Maria Lúcia Garcia (2005). Gilberto Freyre: um vitoriano nos trópicos. São Paulo: Editora da UNESP.

Revista da Academia Brasileira de Letras (1948). Concursos literários de 1947. V.75, jan-jun, pp. 277-278.

REZENDE, Maria José de (2012). Geopolítica da Fome: uma obra esclarecedora das nuanças básicas de um debate político sobre as populações pobres no mundo. In: SILVA, Tânia Elias Magno (Org.). Josué de Castro. Rio de Janeiro: Fundação Miguel de Cervantes.

SILVA, Fernando Teixeira da (2007). O equilibrista e a política: o “Partido da Classe Operária” (PCB) na democratização (1945-1964). In: FERREIRA, Jorge. REIS, Daniel Aarão. Nacionalismo e Reformismo Radical (1945-1964). As esquerdas no Brasil; v.2. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

VIZENTINI, Paulo G. Fagundes (2010). Do Nacional-desenvolvimentismo à Política Externa Independente (1945-1964). In: DELGADO, Lucília de Almeida Neves. FERREIRA, Jorge (Orgs.). O Brasil Republicano. O tempo da experiência democrática: da democratização de 1945 ao golpe civil-militar de 1964; v.3. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.




DOI: https://doi.org/10.12957/intellectus.2021.61696

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Intellèctus



 

Grupos de Pesquisa:

 Financiamento:

Indexada em:


Open Academic Journals Index  
Dialnet
 
 
 
  
   
 
 
 
 
Intellèctus | Sumários.org (sumarios.org)
 

 ‪Intellèctus‬ - ‪Google Acadêmico‬

 

BASE (Bielefeld Academic Search Engine): Lista de Visitas (base-search.net)

 Intellèctus - Dialnet (unirioja.es)

 

Crossref Metadata Search 

AmeliCA


Redes sociais:

Revista Intellèctus UERJ (@intellectus.uerj) • Fotos e vídeos do Instagram

Revista Intellèctus | Facebook