Retornando a nossas Raízes: as ressonâncias do pensamento de García Calderón sobre a obra Raízes do Brasil de Sérgio Buarque de Holanda

Iara Andrade Senra

Resumo


O presente artigo analisa algumas possíveis ressonâncias que a obra Ideas y Impresiones  (1919)  de García Calderón teve sobre Raízes do Brasil (1936), de Sérgio Buarque de Holanda. Enfatizar-se-á dois pontos: a) a centralidade que Calderón reservou à questão da originalidade, ponto retomado e intensamente discutido por Buarque; b) a discussão sobre o idealismo espanhol desenvolvido por Calderón, análise que ofereceria os andaimes discursivos para Buarque conformar os tipos: Semeador e Ladrilhador. Além das fontes principais - Ideas y Impresiones e Raízes do Brasil – retrocedemos um pouco, selecionando obras anteriores de ambos os autores – Las Democracias Latinas de América (1912) e Originalidade Literária (1920) a fim de melhor compreender o pensamento de cada um e melhor identificar as contribuições de Calderón sobre Buarque.

 

 


Palavras-chave


Originalidade; idealismo espanhol; praticidade portuguesa

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/intellectus.2020.48115

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Grupos de Pesquisa:

 
Financiamento:

Indexada em:

Open Academic Journals Index Dialnet
 
https://sumarios.org/revista/intell%C3%A8ctus
 

 https://scholar.google.com.br/citations?user=ruuQn9oAAAAJ&hl=pt-BR

 

Redes sociais:

https://www.instagram.com/intellectus.uerj/