Condições de produção e difusão do personagem Zé Povo no Brasil: um estudo sobre caricaturas políticas na revista ilustrada O Malho (1900-1910)

Janine Figueiredo de Souza Justen, Maurício Izelli Doré

Resumo


Investiga-se condições de produção e difusão das revistas ilustradas no Rio de Janeiro na virada do XIX e o papel dessa imprensa na construção da identidade nacional. A hipótese aponta os espaços de circulação dos agentes e as dinâmicas de importação de valores estéticos, modelos gráficos e técnicas de impressão europeias. Nesse contexto, a emergência do Zé Povo e sua reprodução massiva em caricaturas políticas e de costumes é exemplar. São acionadas trajetórias escolares e profissionais dos agentes para uma análise de redes, assim como instâncias de consagração e militância para uma análise de correspondências múltiplas (ACM). Os resultados indicam relações estreitas entre Brasil e Portugal na formação das “elites culturais” e uma não especificação da ocupação “caricaturista” que transitava entre os campos da arte, dos intelectuais e da política.


Palavras-chave


revistas ilustradas, identidade nacional, Zé Povo

Texto completo:

Sem título PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/intellectus.2020.47917

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Grupos de Pesquisa:

 
Financiamento:

Indexada em:

Open Academic Journals Index Dialnet
 
https://sumarios.org/revista/intell%C3%A8ctus
 

 https://scholar.google.com.br/citations?user=ruuQn9oAAAAJ&hl=pt-BR

 

Redes sociais:

https://www.instagram.com/intellectus.uerj/