Em busca de um padrão: moda, beleza e vida social na obra de Joaquim Manuel de Macedo

Mariana de Paula Cintra

Resumo


É consenso na historiografia que o século XIX inaugurou algumas transformações estruturais no Rio de Janeiro, cidade sede da corte. A abertura dos portos brasileiros às nações amigas, em 1808, possibilitou, dentre outros avanços, a circulação da palavra impressa naquela sociedade. A criação de uma imprensa nacional desempenhou um papel importante para a propagação de novas ideias, notícias e costumes vindos do estrangeiro. Inseridas nessa conjuntura, as damas abastadas começaram a se moldar segundo os padrões vindos, particularmente, da Europa. Tendo como documentação os primeiros romances nacionais publicados na capital brasileira da época, o presente artigo busca mapear as roupas e os ambientes sociais cariocas por meio das mocinhas de Macedo, analisando de que modo esses enredos forjaram um tipo de mulher ideal para a época.

Palavras-chave


Moda, Romances, Mulheres

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/intellectus.2019.39520

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Intellèctus



 

Grupos de Pesquisa:

 Financiamento:

Indexada em:


Open Academic Journals Index  
Dialnet
 
 
 
  
   
 
 
 
 
Intellèctus | Sumários.org (sumarios.org)
 

 ‪Intellèctus‬ - ‪Google Acadêmico‬

 

Redes sociais:

Revista Intellèctus UERJ (@intellectus.uerj) • Fotos e vídeos do Instagram

Revista Intellèctus | Facebook