A Crítica De Machado de Assis ao bacharelismo do século XIX

Laíse Helena Barbosa Araújo

Resumo


O presente trabalho visa mostrar de que forma a literatura de Machado de Assis plasma umaforte consciência crítica à sociedade e à política do século XIX no Brasil. De acordo com recentespesquisas no âmbito da crítica literária e história cultural, a análise combinada dos artifíciosretóricos utilizados por Machado e as estruturas formais de seus romances revelam o fino sarcasmocom que o escritor, ao delinear a desintegração do microcosmo familiar, retratou a vida pública eintelectual do país à época. É nesse sentido que a peculiar caracterização dos bacharéis mostra-seapropriada para apontar o intelectual arquetípico do século dezenove como o autor concebia. Aopersonagem Brás Cubas será dirigido um olhar mais detido, pela concentração dos diversoselementos do bacharelismo, apenas apontados em outros romances, e pela sua centralidade nãoapenas na obra de Machado de Assis, mas também na literatura nacional.

Palavras-chave


Machado de Assis, Crítica social, Bacharelismo

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Grupos de Pesquisa:

 
Financiamento:

Indexada em:

Open Academic Journals Index  
Dialnet
 
 
 
 
 
https://sumarios.org/revista/intell%C3%A8ctus
 

 https://scholar.google.com.br/citations?user=ruuQn9oAAAAJ&hl=pt-BR

 

Redes sociais:

https://www.instagram.com/intellectus.uerj/