Graciliano Ramos e o reverso da Nação

Victor de Oliveira Pinto

Resumo


Pretendo desenvolver uma reflexão sobre o romantismo brasileiro, sua ênfase narepresentação do Brasil e sua relação com a modernização e construção de uma identidade para o país,tendo como foco especial a natureza enquanto metáfora do palco/cenário da nacionalidade, buscandoapontar os intelectuais como autores-atores. Com isso, procuro contrastar especialmente a principalobra de José de Alencar, O Guarani, com a obra de Graciliano Ramos, em que se alargariam asfissuras internas à tematização da Nação.

Palavras-chave


Nação, natureza, metáfora

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Grupos de Pesquisa:

 
Financiamento:

Indexada em:

Open Academic Journals Index Dialnet
 
https://sumarios.org/revista/intell%C3%A8ctus
 

 https://scholar.google.com.br/citations?user=ruuQn9oAAAAJ&hl=pt-BR

 

Redes sociais:

https://www.instagram.com/intellectus.uerj/