Argentina e Chile - Memórias em disputa e perspectivas de democracia

Ricardo Antonio Souza Mendes

Resumo


Vários autores assinalam que a América Latina se caracteriza na atualidade poruma disputa entre distintas concepções de democracia. De um lado se observariapresença de uma proposta que pensa a democracia enquanto um instrumentoefetivo para o estabelecimento da igualdade social, denominado por democráticoparticipativo. De outro, um projeto calcado na idéia de democracia caracterizadabasicamente pela presença de instituições que garantissem os aspectos formais einstitucionais do sistema. Ainda que não com o mesmo grau de apoio que oexistente nas décadas anteriores, observa-se a existência também de um projetoautoritário. Neste debate, a memória sobre os regimes civil-militares exerce umpapel fundamental posto que pode colaborar para estimular ou deter a retomadadas discussões efetivadas às vésperas da implementação governos autoritáriosnas décadas de 1960 e 1970 que estão em intima relação com o tipo dedemocracia pretendida. Segundo alguns autores ainda, fundações como a Ford ea Fundação Rockfeller estariam diretamente interessadas neste processo,buscando uma interferência na proliferação de um destes projetos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Grupos de Pesquisa:

 
Financiamento:

Indexada em:

Open Academic Journals Index Dialnet
 
https://sumarios.org/revista/intell%C3%A8ctus
 

 https://scholar.google.com.br/citations?user=ruuQn9oAAAAJ&hl=pt-BR

 

Redes sociais:

https://www.instagram.com/intellectus.uerj/