Rubem Braga e as questões nacionais no recém-inaugurado Estado Novo (1938-1939)

Anelize Vergara

Resumo


Busca-se com o presente artigo, apresentar resultados de analises feitas a respeito de crônicas publicadas pelo escritor Rubem Braga na seção O homem da rua entre 1938 e 1939 na revista Diretrizes (1938-1944). Trata-se de questionar as afirmações que fazem da imprensa periódica um ator passivo diante do processo de instauração do governo ditatorial de Vargas que intensificou o controle dos impressos por meio da criação do Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP) em 1939.

Palavras-chave


Imprensa, Crônica, Rubem Braga

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Grupos de Pesquisa:

 
Financiamento:

Indexada em:

Open Academic Journals Index Dialnet
 
https://sumarios.org/revista/intell%C3%A8ctus
 

 https://scholar.google.com.br/citations?user=ruuQn9oAAAAJ&hl=pt-BR

 

Redes sociais:

https://www.instagram.com/intellectus.uerj/