MORAR, COMER, VESTIR E OUTROS VERBOS: um inventário de objetos e práticas no Rio de Janeiro da segunda metade do século XIX, nas reminiscências de Coelho Netto

Alexandre Guida Navarro, Clausínio Amorim Carvalho

Resumo


A cultura material diz respeito à interação entre os artefatos e os aspectos concretos da vida das pessoas. Pretendemos fazer um inventário de objetos caseiros, como indumentárias, calçados, alimentos e instrumentos musicais, e alguns usos e costumes da cidade do Rio de Janeiro, especialmente da população pobre, na segunda metade do século XIX, conforme as reminiscências do escritor maranhense Henrique Maximiano Coelho Netto (1864-1934), registradas no texto “A antiga cidade”, publicado no livro Palestras da tarde, de 1911.

Palavras-chave


Cultura material, inventário, literatura maranhense, História

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Grupos de Pesquisa:

 
Financiamento:

Indexada em:

Open Academic Journals Index Dialnet
 
https://sumarios.org/revista/intell%C3%A8ctus
 

 https://scholar.google.com.br/citations?user=ruuQn9oAAAAJ&hl=pt-BR

 

Redes sociais:

https://www.instagram.com/intellectus.uerj/