A atuação médica-sanitária nos municípios rurais do Paraná (1918-1930)

Carmem Silvia da Fonseca Kummer Liblik

Resumo


Este artigo tem por objetivo analisar a atuação do Serviço de Prophylaxia Rural do Paraná (SPRP) nos municípios rurais do Estado nos anos de 1916 a 1930. A análise dos cadernos e relatórios de viagens dos médicos sanitaristas, as leis e os decretos referentes à institucionalização dos serviços de profilaxia rural, os artigos publicados no periódico Paraná Médico e os regulamentos sanitários, permitiram uma investigação dos modelos médicos e sanitários aplicados nas cidades do interior a fim de que fossem erradicadas as doenças epidêmicas e endêmicas. Investiga-se como foram pensados e colocados em prática os modelos de higienização e saneamento para o tratamento das doenças, tema que conduz a uma análise sobre a tentativa de controle da saúde dos indivíduos ligado a uma constituição de saberes médicos.


Palavras-chave


saneamento; medicalização; municípios rurais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/intellectus.2016.21982

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



 

Grupos de Pesquisa:

 Financiamento:

Indexada em:


Open Academic Journals Index  
Dialnet
 
 
 
  
   
 
 
 
 
Intellèctus | Sumários.org (sumarios.org)
 

 ‪Intellèctus‬ - ‪Google Acadêmico‬

 

 

Crossref Metadata Search 

Redes sociais:

Revista Intellèctus UERJ (@intellectus.uerj) • Fotos e vídeos do Instagram

Revista Intellèctus | Facebook