João de Barros: A energia brasileira e as imagens de Portugal-Brasil na Primeira República

Luciana Lilian de Miranda

Resumo


O presente texto constitui-se como parte da nossa tese de doutorado em História, a qual buscou recuperar o percurso do reconhecido escritor-cidadão, poeta, pedagogo, publicista e republicano português João de Barros (1881-1960), enquanto protagonista da campanha pela aproximação cultural luso-brasileira, nos anos de 1912 a 1922. Neste artigo, procuramos abordar as impressões do poeta sobre o Brasil, após a sua primeira estadia no país. Nesse cenário, as primeiras imagens acerca da educação brasileira, das reformas urbanas promovidas no Rio de Janeiro, do contato com os intelectuais, principalmente João do Rio, emergem em A Energia Brasileira (1913), obra inaugural da campanha. Sendo assim, a problematização centrou-se nos principais temas abordados por Barros nesta obra, que retrata um estado de enamoramento do autor pela chamada energia brasileira, as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo e as suas gentes.

 


Palavras-chave


João de Barros, Imagens e Relações Luso-Brasileiras

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Grupos de Pesquisa:

 
Financiamento:

Indexada em:

Open Academic Journals Index Dialnet
 
https://sumarios.org/revista/intell%C3%A8ctus
 

 https://scholar.google.com.br/citations?user=ruuQn9oAAAAJ&hl=pt-BR

 

Redes sociais:

https://www.instagram.com/intellectus.uerj/