Cidadão carioca: a naturalização de Otto Maria Carpeaux

Fábio Koifman

Resumo


O presente artigo pretende fazer uso das informações biográficas do jornalista, crítico literário e escritor Otto Maria Carpeaux e traçar um quadro relativo às condições de recepção dos refugiados europeus no período ditatorial do Estado Novo brasileiro (1937-1945). Para tanto, consideraremos especialmente a singularidade dos estrangeiros que aqui chegavam com larga bagagem cultural e intelectual, que desfrutavam do reconhecimento do seu valor por parte da sociedade, encontrando boa recepção e espaços para atuação, ao mesmo tempo em que, eventualmente, experimentavam dificuldades com a burocracia especialmente idealizada no contexto de políticas imigratórias restritivas.

 


Palavras-chave


Imigração, Biografia, O. M. Carpeaux.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Grupos de Pesquisa:

 
Financiamento:

Indexada em:

Open Academic Journals Index Dialnet
 
https://sumarios.org/revista/intell%C3%A8ctus
 

 https://scholar.google.com.br/citations?user=ruuQn9oAAAAJ&hl=pt-BR

 

Redes sociais:

https://www.instagram.com/intellectus.uerj/