A floresta e as águas do Rio: a Inspeção Geral de Obras Públicas e as intervenções urbanas para abastecimento e reflorestamento na primeira metade do século XIX

Maria Fernanda Vieira Martins

Resumo


O artigo propõe analisar as relações entre a floresta e o abastecimento de água no Rio de Janeiro a partir da atuação de um órgão técnico da administração pública imperial, a Inspeção Geral das Obras Públicas, considerada entre os anos de sua criação, em 1840, até sua reorganização em 1860. A Inspeção era responsável pelas obras de construção, ampliação e manutenção dos encanamentos e chafarizes e, através da atuação de um corpo permanente de engenheiros, procurou promover significativas intervenções no sistema de abastecimento ao relacioná-lo à necessidade de recomposição das matas originais, no sentido de proteger as nascentes dos principais rios que abasteciam a cidade.



Palavras-chave


Obras Públicas, Abastecimento de Água, Reflorestamento

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Grupos de Pesquisa:

 
Financiamento:

Indexada em:

Open Academic Journals Index Dialnet
 
https://sumarios.org/revista/intell%C3%A8ctus
 

 https://scholar.google.com.br/citations?user=ruuQn9oAAAAJ&hl=pt-BR

 

Redes sociais:

https://www.instagram.com/intellectus.uerj/