Gustavo Barroso: Eugenia e Nacionalismo Autoritário

Gilson Leandro Queluz, Karla Souza Babinski

Resumo


O presente artigo tem como objetivo analisar a presença das ideias eugenistas na constituição do pensamento nacionalista autoritário do intelectual Gustavo Barroso no período anterior a sua adesão ao integralismo. A pesquisa foi embasada em artigos de jornais do período entre 1909 e 1929, que demonstraram sua visão eugenista, especialmente na sua proposição da “Lei dos Indesejáveis” em 1916. Os resultados da pesquisa demonstram que Gustavo Barroso tinha uma clara ligação com o pensamento eugênico, ciência amplamente discutida no período, e que, acreditamos, foi de grande importância para a construção de seu pensamento integralista, no qual demonstrará posteriormente visões ainda mais radicais, principalmente o antissemitismo.

Palavras-chave


Gustavo Barroso; eugenia; nacionalismo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/intellectus.2017.18836

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Grupos de Pesquisa:

 
Financiamento:

Indexada em:

Open Academic Journals Index
Dialnet
 
https://sumarios.org/revista/intell%C3%A8ctus
 

 https://scholar.google.com.br/citations?user=ruuQn9oAAAAJ&hl=pt-BR

 

Redes sociais:

https://www.instagram.com/intellectus.uerj/