PROGRAMA BANCO DE ALIMENTOS DO SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO EM PERNAMBUCO: UMA ABORDAGEM SISTÊMICA

Maria Josiane de Lima Guedes, Tales Wanderley Vital, Almir Silveira Menelau, José Marcione da Costa

Resumo


O Banco de Alimentos do Serviço Social do Comércio (SESC) de Pernambuco tem como objetivo reduzir o desperdício de alimentos, por meio da promoção e difusão de práticas sustentáveis e da ação social; reduzir o número de pessoas que se encontram em situação de Insegurança Alimentar; capacitar entidades beneficiárias no que concerne a manipulação e aproveitamento total dos alimentos e a promoção de hábitos alimentares saudáveis. Os alimentos doados pelas empresas não têm valor comercial, mas mantêm inalteradas suas propriedades nutricionais. No Brasil, o SESC criou o Programa Banco de Alimentos, pautado na filantropia e na ação social, visando a ampliação e consolidação de uma rede de solidariedade formada por entidades públicas, voluntariado, iniciativa privada e instituições sociais como igrejas, abrigos, asilos e orfanatos. O propósito deste trabalho é analisar as inter-relações na cooperação e funcionamento do programa, tendo como fundamento a Teoria dos Sistemas. Os resultados indicaram que o programa mantém uma rede de solidariedade e parcerias na esfera pública e privada, que corrobora a manutenção das ações sociais e das práticas que garantem sua sustentabilidade.

DOI: 10.12957/demetra.2018.36696


Palavras-chave


Banco de Alimentos. Segurança Alimentar. Teoria dos Sistemas. Desperdício de Alimentos.



DOI: https://doi.org/10.12957/demetra.2018.36696