PRÁTICAS ALIMENTARES DE AGRICULTORES FAMILIARES NO MUNICÍPIO DE PETRÓPOLIS-RJ

Nichole Ramos da Silva, Aline Gaudard e Silva de Oliveira

Resumo


Objetivo: Identificar práticas de consumo e comportamento alimentar saudáveis e não saudáveis de agricultores familiares do bairro Caxambu, no município de Petrópolis-RJ. Metodologia: Trata-se de estudo transversal realizado com amostra de 35 agricultores familiares. Informações foram obtidas por meio de entrevistas, utilizando um questionário estruturado e padronizado. As práticas alimentares foram avaliadas a partir dos itens do questionário utilizado pelo SISVAN associados às frequências de consumo do questionário utilizado pelo VIGITEL. Resultados e Discussão: O consumo de alimentos saudáveis (frutas, legumes e verduras), com exceção do feijão, foi baixo, e o consumo de alimentos não saudáveis, consideravelmente alto, quando comparados com outros estudos. Além disso, quase metade dos agricultores entrevistados possui o hábito de realizar as refeições assistindo TV, mexendo no celular e/ou computador, o que é considerado um comportamento de risco para o desenvolvimento da obesidade. Conclusões: Os agricultores familiares do Caxambu possuem práticas alimentares que merecem atenção, pois apesar do fácil acesso a alimentos saudáveis, foram encontrados baixa ingestão de frutas, legumes e verduras e elevado consumo de alimentos não saudáveis, como as bebidas adoçadas e embutidos. Evidencia-se a necessidade de realizar ações voltadas para a melhoria do perfil alimentar, da saúde e qualidade de vida dos agricultores familiares.

DOI: 10.12957/demetra.2018.34989

 


Palavras-chave


Consumo de alimentos. Comportamento alimentar. Agricultura. Trabalhadores Rurais.



DOI: https://doi.org/10.12957/demetra.2018.34989