FORTALECENDO A REDE DE ATENÇÃO ÀS NECESSIDADES ALIMENTARES ESPECIAIS: UMA EXPERIÊNCIA COM FÓRMULAS ENTERAIS SEMIARTESANAIS, EM PIRAQUARA-PR

Luna Rezende Machado de Sousa, Karin Luciane Will

Resumo


Trata-se de relato de experiência sobre a implantação de um Protocolo Municipal de Dietas Especiais, para atendimento aos portadores de necessidades alimentares especiais, valendo-se de fórmulas enterais semiartesanais. O objetivo desta experiência foi o fortalecimento desta rede de cuidados, que apresenta demanda crescente e carência de orçamento público. Antes deste Protocolo, o município fornecia 50% das necessidades nutricionais do paciente por meio de fórmulas industrializadas, o restante devendo ser custeado pela família. Este Protocolo teve como metas: garantir 100% das necessidades nutricionais dos pacientes, por meio de fórmulas semiartesanais; aumentar o quadro de nutricionistas para viabilizar o acompanhamento nutricional em domicílio; e garantir a viabilidade financeira desta rede. Para tal, foram elaboradas dietas enterais para adultos e crianças, de 1.500 Kcal, 1.800 Kcal e 2.100 Kcal, com base em fórmulas anteriormente analisadas quimicamente. As fórmulas consistiram em uma mistura de alimentos – contidos na Cesta Básica – e fórmulas enterais industrializadas, fornecidas pelo município. Após um ano de sua implantação, o custo médio por paciente atendido com fórmulas enterais industrializadas caiu 48%, o que permitiu a contratação de mais nutricionistas para a Atenção Básica.  Esta iniciativa contou, como espaço de discussão e apoio, com um Grupo de Trabalho sobre atenção nutricional na terapia enteral, composto por nutricionistas dos municípios vizinhos e do Conselho Regional de Nutricionistas do Paraná. Espera-se que este trabalho estimule o compartilhamento de experiências governamentais voltadas à atenção nutricional de portadores de necessidades alimentares especiais.

DOI: 10.12957/demetra.2017.30161

 


Palavras-chave


Terapia Nutricional. Nutrição Enteral. Assistência Domiciliar. Sistema Único de Saúde.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.12957/demetra.2017.30161

e-ISSN: 2238-913X


Esta revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.