OCORRÊNCIA DE COLIFORMES TOTAIS E TERMOTOLERANTES EM PASTEIS FRITOS VENDIDOS EM BARES NO CENTRO DE CURITIBA-PR

Willian Barbosa Sales, Juliana Ferreira Tunala, Jannaina Ferreira de Melo Vasco, Edilceia Domingues do Amaral Ravazzani, Cristiano Caveião

Resumo


Alimentos vendidos em bares que às vezes não possuem condições higiênico-sanitárias adequadas para produzi-los, manipulá-los e vendê-los, acabam sendo contaminados por micro-organismos que podem ser nocivos à saúde, causando infecções e intoxicações alimentares. O principal objetivo do estudo é identificar a presença de coliformes totais e termotolerantes em pastéis fritos vendidos em bares no centro de Curitiba-PR. A abordagem foi quantitativa, com participação de 20 estabelecimentos escolhidos aleatoriamente. As análises microbiológicas foram realizadas utilizando o método Petrifilm para contagem das unidades formadoras de colônias e identificação dos micro-organismos. Constatou-se a presença de coliformes totais em 17 amostras analisadas, sendo que a amostra com maior contaminação apresentou 41 unidades formadoras de colônias. Nenhuma das 20 amostras apresentou coliformes termotolerantes, o que deixa os pastéis de carne moída de acordo com os padrões estabelecidos pela Resolução RDC n. 12/2001. Com base nos resultados, a elevada concentração de coliformes totais sugere maior cuidado nas boas práticas de fabricação e manipulação, a fim de evitar a deterioração e propagação de doença pelo alimento.

DOI: http://dx.doi.org/10.12957/demetra.2015.14142

 


Palavras-chave


Coliformes; Microbiologia; Alimentos

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.12957/demetra.2015.14142