Submissões

Submissões Online

Já possui um login/senha de acesso à revista Abusões?
Acesso

Não tem login/senha?
Acesse a página de cadastro

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso.

 

Diretrizes para Autores

A submissão de artigos deve seguir, rigorosamente, o “passo a passo” como aqui se determina, respeitando-se as regras da revista.
Sempre que tal não ocorrer, a submissão será arquivada, sem seguir para avaliação.
A avaliação é feita, inicialmente, pela Equipe Editorial, considerando a adequação às normas da revista e a aderência à chamada. Os originais admitidos nessa fase são encaminhados para avaliação “cega”, realizada por avaliadores "ad hoc”.
A simples submissão do artigo implica a cessão de seus direitos autorais à revista, não havendo, em qualquer hipótese, crime de apropriação por parte de seus editores.

 

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  1. A contribuição deve ser, obrigatoriamente, original e inédita, não estar sendo avaliada para publicação por outra revista e atender, explicita e claramente, à chamada para a qual esteja sendo submetida.
    Caso seja detectado plágio, a submissão será rejeitada, arquivada e organismos competentes serão informados sobre o plágio.
  2. Publicam-se, prioritariamente, artigos de autoria de:
    1º) pesquisador-doutor integrante do quadro docente de Programa de Pós-Graduação;
    2º) pesquisador-doutor com vínculo empregatício junto a alguma universidade;
    3º) pesquisador-doutor que não se enquadre nos itens acima;
    4º) doutorando;
    5º) mestrando, em coautoria com o orientador (a excepcionalidade de coautoria com outro pesquisador requer autorização explícita do orientador, que deve ser carregada como documento suplementar à submissão);
    6º) graduando, vinculado à iniciação científica, em coautoria com o orientador (a excepcionalidade de coautoria com outro pesquisador requer autorização explícita do orientador, que deve ser carregada como documento suplementar à submissão);
    7º) mestre;
    8º) mestrando.
  3. O artigo deve ser submetido na extensão “.pdf”, composto de:
    1. Título (na língua em que foi escrito; em línga inglesa, caso não haja sido escrito em inglês; e, obrigatoriamente, em língua portuguesa, caso não tenha sido escrito em língua portuguesa);
    2. Resumo (nas mesmas condições que o título);
    3. Palavras-chave, mínimo de 5 e máximo de 10 (nas mesmas condições que o título);
    4. Texto propriamente dito;
    5. Referências.

    ATENÇÃO:
    Ao final do processo de submissão, o texto deve ser postado, como arquivo suplementar, na extensão “.doc” ou “.docx”, acrescido da(s) minibiografia(s) do(s) autor(es), após as Referências, com os dados que se pedem.

  4. A minibiografia do(s) autor(es), postada como documento suplementar, na extensão do Word, inserida após as Referências, conforme orientações acima, deve constar de:

    DADOS DO(S) AUTOR(ES), OBRIGATORIAMENTE, NA ORDEM INDICADA ABAIXO

    (se houver mais de um autor, uma tabela para cada um)

    Nome que utiliza academicamente nas publicações
    (não no formato de entrada bibliográfica)
    Ex.: Flavio García

     

    Titulo acadêmico em curso, caso haja, seguido da área/subárea/especificidade e da instituição
    Ex.: Pós-doutorando em Ciências da Literatura, Poética, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro

     

    Maior título acadêmico concluído, seguido da área/subárea/especificidade, da IES e do ano de conclusão
    Ex.: Doutor em Letras, Literatura Portuguesa, pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 1999

     

    Vínculos profissionais (limitados a universidades e institutos superiores, sem especificar unidades acadêmicas, categoria funcional ou disciplinas a que se vincula, que ministra)
    Ex.: Professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro – campus São Gonçalo

     

    Participação em grupos de pesquisa, grupos de trabalho, núcleos ou centros de pesquisa ou de estudos, destacando a condição em que participa
    Ex.: Líder o grupo de pesquisa Nós do Insólito: vertentes da ficção, da teoria e da crítica; pesquisador do grupo de pesquisa Vertentes do Fantástico na Literatura; membro do Grupo de Trabalho ANPOLL Vertentes do Insólito Ficcional

     

    Link de aceso ao CV_Lattes ou a outro de acesso livre
    ATENÇÃO: Não se trata do endereço que se visualiza na barra de navegação, mas do link de acesso ao currículo, que deve ser público e livre.

     

    ORCID iD
    ATENÇÃO: Desde o http://

     

    E-mail:

     

  5. O texto deve ter, no mínimo, 12 páginas e, no máximo, 36 páginas.
    Papel formato A4, com 3cm nas quatro margens (inferior, superior, direita e esquerda).
    O TÍTULO deve estar centralizado, em CAIXA ALTA, com fonte tamanho 12, estilo negrito.
    Os títulos das seções e das subseções (caso existam) devem estar em negrito, estilo frase: letras inicial maiúscula e demais minúsculas, exceto em nomes próprios cujas iniciais devem ser maiúsculas; entrelinhamento de 1,5, sem recuo na primeira linha e alinhamento à esquerda; digitados em fonte Times New Roman, tamanho 12.
    No CORPO DO TEXTO: a) utilizar itálico apenas para informar título de livros e aspas para título de contos, ensaios ou capítulos que possam compor o título; b) os parágrafos digitados em fonte Times New Roman, tamanho 12, devem estar em alinhamento justificado, entrelinhamento de 1,5 e recuo de 1,25cm na primeira linha.
    As CITAÇÕES com até três linhas devem ser digitadas no interior do parágrafo de corpo de texto, entre aspas, em fonte estilo normal (sem itálico, independentemente de estarem ou não em língua diferente da língua em que ou texto seja escrito), em tamanho 12. Após a citação (e não antes dela), devem constar, entre parênteses, o sobrenome do autor em CAIXA ALTA, o ano e a(s) página(s) do fragmento citado:
    (MARQUES, 2001, p. 23-24)
    (MARQUES; GUIMARÃES, 2001, p. 23-24)
    (ROSAS, apud SOUSA, 2013, p. 135)
    Atenção às ASPAS do texto original citado em parágrafo de corpo de texto (com até três linhas), que passam de “aspas duplas” a ‘aspas simples’, caso haja aspas no trecho original citado.
    As CITAÇÕES com mais de três linhas devem ser destacadas em parágrafo especial de citação, em espaço simples, com recuo de 4cm à esquerda e sem recuo na primeira linha; fonte tamanho 10, sem aspas.
    A indicação da fonte citada deve ser feita do mesmo modo que nas citações em corpo de texto (com até três linhas), não devendo ser posto ponto após o fechamento dos parênteses, senão que antes de sua abertura, ou seja, ao final do fragmento citado.
    A indicação da fonte deve ser feita após a citação, e não antes dela.
    Atenção aos GRIFOS (palavras, expressões e trechos que estejam sublinhados, ou em negrito  ou em itálico) no original citado, que devem ser assim mantidos na citação, com a informação de que são “grifos do autor”, conforme segue abaixo:
    (MARQUES, 2001, p. 23-24, grifo do autor)
    Caso o autor do texto opte por destacar palavras, expressões ou trechos do fragmento transcrito, sem que esse destaque estivesse no original citado, deverá informar conforme segue abaixo:
    (MARQUES, 2001, p. 23-24, grifo nosso)
    Não usar, em hipótese algumaidemibidem nem op. cit.
    A forma latina apud deve vir estilo normal (não em itálico) e sem inicial maiúscula.
    Palavras ou expressões-objeto (em menção), assim como palavras estrangeiras de qualquer origem, que sejam utilizadas pelo autor do texto, devem vir em itálico.
    Em REFERÊNCIAS, ao final do texto, respeitando-se a NBR 6023 e as atualizações subsequentes, deverão ser listadas todas as fontes citadas ou referidas ao longo do texto, mas apenas estas, em ordem alfabética do sobrenome do autor, conforme a distinção de entrada segundo suas origens:
    BAKHTIN, Mikhail. Questões de literatura e de estética: a teoria do romance. 4. ed. São Paulo: Hucitec, 1998.
    BAKHTIN, Mikhail. Formas de tempo e de cronotopo no romance. In: BAKHTIN, Mikhail. Questões de literatura e de estética: a teoria do romance. 4. ed. São Paulo: Hucitec, p. 211-362, 1998.
    GARCÍA, Flavio; BATALHA, Maria Cristina; MICHELLI, Regina (Orgs.). (Re)Visões do Fantástico: do centro às margens; caminhos cruzados. Rio de Janeiro: Dialogarts, 2014.
    GÓMEZ PONCE, Ariel. Miedo a la orden. Influencias de lo extraño en las narrativas seriadas. Abusões, Rio de Janeiro, n. 13, p. 13-48, 2020. Disponível em https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/abusoes/article/view/50877/34826. Acesso em 26 set. 2020.
    REIS, Carlos. Figurações do insólito: a reversão do típico. In: GARCÍA, Flavio; BATALHA, Maria Cristina; MICHELLI, Regina (Orgs.). (Re)Visões do Fantástico: do centro às margens; caminhos cruzados. Rio de Janeiro: Dialogarts, p. 33-49, 2014.
    RODRÍGUEZ PEQUEÑO, Javier. Géneros literarios y mundos posibles. Madrid: Editorial Eneida, 2008.
    Atenção:
    Nunca abreviar o(s) nome(s) do(s) autor(es) para evitar confusões entre autores com o(s) mesmo(s) sobrenome(s) e facilitar pesquisas sobre as obras referenciadas.
    Somente indicar o(s) nome(s) do(s) tradutor(es) caso essa informação seja essencial para o ensaio.
    (Orgs.) ou (Eds.) ou (Sel. e Notas) etc.
    Em referências subsequentes de obras de um mesmo autor, o SOBRENOME/Nome de entrada NÃO deverá ser substituído por 6 traços de sublinhado.
    Se houver ILUSTRAÇÕES, estas devem ser indicadas no texto, porém, encaminhadas como anexos numerados seguindo a ordem apresentada no interior do texto. Ex: Figura 1Figura 2 etc.
    Arquivos de IMAGEM devem vir com resolução mínima de 300dpi.
    Cada figura deverá ter um título que a identifique.
    Deve-se informar o crédito de autoria e a fonte de onde a figura foi retirada.
    Se forem usadas TABELAS, estas devem seguir o padrão simples e devem vir numeradas e seguidas de título explicativo, digitado em fonte Times New Roman, tamanho 10, estilo negrito, em parágrafo com entrelinhamento simples, sem recuo na primeira linha e alinhamento centralizado.
    Tabela 1 – Expressões (centralizado)

    EXPRESSÕES DO TEXTO

    COMENTÁRIO

    FUNÇÃO SEMIÓTICA

    Os quatro pelos da calva

    Sugere comportamento animal, pois quatro remete a quadrúpede.

    Índice-ícone

    Quase orgulho

    Deboche do narrador em relação ao sentimento da vila para com Maria da Piedade.

    Índice

    A procuradora do primo...

    Expressão ambígua, porque pode significar: no Direito, significa quem tem procuração; no conto, alguém que procura.

    símbolo-índice-ícone

    Fonte: xxxxx  (centralizado)
    SIGLAS ou abreviaturas, caso utilizadas, devem ser explicitadas em uma tabela.
    Não deixar parágrafos em branco (sem texto), ou seja, sem digitação de caractere imprimível.
    Não deixar, ao longo do texto, espaços em branco (toques no espaçador), sem digitação de caractere imprimível, à exceção do espaçamento único (apenas um toque na barra de espaço), necessário entre palavras ou entre a pontuação utilizada e a palavra que vem a seguir.
    Não deixar espaços em branco (toques no espaçador), sem digitação de caractere imprimível ao longo do texto. O recuo de 1,25cm na primeira linha do parágrafo, quando não se tratar de parágrafo de citação, deve ser configurado no ESTILO de parágrafo, sem uso de tabulador ou outros caracteres.
    Não numerar as páginas.
    Não inserir nem cabeçalho nem rodapé (excetuam-se as notas de rodpé).
    Ao nomear o arquivo, não utilizar barras, acentos, cedilha ou demais caracteres especiais.

 

Declaração de Direito Autoral

Licença Creative Commons
Os conteúdos da Revista Abusões estão licenciados com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.