ECOTURISMO E DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL SUSTENTÁVEL EM CHAPADA DOS GUIMARÃES, MATO GROSSO, BRASIL

Autores

  • Liliane Cristine Schlemer Alcântara Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)/Professora http://orcid.org/0000-0001-8502-720X
  • Isabel Jurema Grimm Instituto Superior em Administração e Economia (ISAE)/Coordenadora do Mestrado Profissional em Governança e Sustentabilidade http://orcid.org/0000-0003-0211-8048
  • Laudiene de Souza Barbosa Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)/Bacharel em Administração pela Faculdade de Administração e Ciências Contábeis (FACC)

DOI:

https://doi.org/10.12957/synthesis.2023.78928

Palavras-chave:

ecoturismo, desenvolvimento territorial sustentável, território, Chapada dos Guimarães.

Resumo

Apesar da insustentabilidade do modelo de desenvolvimento vigente, o ecoturismo pode ser concebido sob uma perspectiva de oportunidades, capaz de fomentar estratégias de desenvolvimento territorial sustentável. As potencialidades do turismo podem contribuir para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), em especial os ODS 1, 8 e 12. O objetivo deste artigo é identificar o ecoturismo como potencial de desenvolvimento territorial sustentável para a Chapada dos Guimarães, Mato Grosso, Brasil. Os procedimentos metodológicos constituíram-se de revisão bibliográfica e estudo de campo, realizado com atores envolvidos diretamente no setor de turismo. Os resultados apontam que o ecoturismo pode ser uma alternativa de desenvolvimento territorial sustentável, por conciliar a relação dicotômica entre preservação do meio ambiente e desenvolvimento, embora aponte para a necessidade de melhorias na infraestrutura de recepção e visitação e na necessidade de conscientização coletiva dos atores sociais voltadas ao turismo sustentável como forma de atrair turistas que buscam, além do ecoturismo, conhecimento e experiência comunitária.

 

 

 

 

 

 

Biografia do Autor

Liliane Cristine Schlemer Alcântara, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)/Professora

Professora da Faculdade de Administração e Ciências Contábeis (FACC) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e professora do Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientias (PPGCA) da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT). 

Isabel Jurema Grimm, Instituto Superior em Administração e Economia (ISAE)/Coordenadora do Mestrado Profissional em Governança e Sustentabilidade

Coordenadora do Mestrado Profissional em Governança e Sustentabilidade do Instituto Superior em Administração e Economia (ISAE).

Laudiene de Souza Barbosa, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)/Bacharel em Administração pela Faculdade de Administração e Ciências Contábeis (FACC)

Bacharel em Administração pela Faculdade de Administração e Ciências Contábeis (FACC) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Downloads

Publicado

2023-09-08

Como Citar

ALCÂNTARA, Liliane Cristine Schlemer; GRIMM, Isabel Jurema; BARBOSA, Laudiene de Souza. ECOTURISMO E DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL SUSTENTÁVEL EM CHAPADA DOS GUIMARÃES, MATO GROSSO, BRASIL. (SYN)THESIS, Rio de Janeiro, v. 16, n. 2, p. 97–113, 2023. DOI: 10.12957/synthesis.2023.78928. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/synthesis/article/view/78928. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Turismo, Cultura e Sociedade .