REPRESENTAÇÕES E CULTURA NA PRODUÇÃO DOS MATERIAIS PUBLICITÁRIOS E TURÍSTICOS DE VIAGENS A CUBA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/synthesis.2023.78924

Palavras-chave:

Cuba, turismo, cultura, antropologia, imaginário, consumo.

Resumo

O presente trabalho se dedica a produzir uma reflexão sobre o papel dos deslocamentos de lazer, e em especial do turismo internacional, na realidade cubana, através das noções de imaginário, consumo, lazer e diferença. Este trabalho, através de uma sociologia/antropologia do lazer, do consumo e do turismo, busca identificar qual é o intuito das representações publicitárias, tanto de agências e órgãos especializados em turismo nos países fora do eixo socialista, como o Brasil, quanto dos órgãos do Estado cubano voltados para o turismo, um turismo de vivência e do campo progressista/socialista. Busca-se, nesta pesquisa, mostrar como ambos produzem estímulos ao fomentar o desejo de visita do turista estrangeiro ao país a partir da difusão de um imaginário de Cuba como uma sociedade singular com forte identidade própria, o que revelaria uma qualidade de autenticidade característica desse país.

 

 

Biografia do Autor

Rodrigo Camurça, Universidade do Estado do Rio de Janeiro/Doutorando em Ciências Sociais

Doutorando em Ciências Sociais no PPCIS/UERJ. 

Downloads

Publicado

2023-09-08

Como Citar

CAMURÇA, Rodrigo. REPRESENTAÇÕES E CULTURA NA PRODUÇÃO DOS MATERIAIS PUBLICITÁRIOS E TURÍSTICOS DE VIAGENS A CUBA. (SYN)THESIS, Rio de Janeiro, v. 16, n. 2, p. 39–60, 2023. DOI: 10.12957/synthesis.2023.78924. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/synthesis/article/view/78924. Acesso em: 18 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Turismo, Cultura e Sociedade .