POLÍCIA É PROFISSÃO, POLICIAL É TRABALHADOR; NÃO É TROPA”. SOBRE A UTOPIA DO TRABALHO POLICIAL NO BRASIL

Autores

  • Susana Durão Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)/Professora
  • Wellynton Souza Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)/Aluno da Graduação em Ciências Sociais (IFCH)

DOI:

https://doi.org/10.12957/synthesis.2021.65834

Palavras-chave:

Associativismo sindical, Movimentos sociais, Mobilização policial, Trabalho, Policiamento

Resumo

Nos últimos anos, policiais civis e policiais militares insatisfeitos têm se envolvido na formação de movimentos sociais e grupos de atuação em rede. O caso mais proeminente de resistência ao status quo policial no Brasil é o Movimento dos Policiais Antifascismo (MPAF). Argumentamos que o MPAF pode ser perspectivado como um novo formato de organização no conjunto das políticas do trabalho policial e no cenário brasileiro de mobilizações policiais, reclamando a participação destes profissionais na discussão sobre segurança pública no Brasil. Uma das singularidades do MPAF é a afirmação política da necessidade de reconhecer o/a policial enquanto trabalhador/a. Com base em análises documentais, mediáticas e a realização de entrevistas semiestruturadas, o presente texto visa interpretar o que está em jogo quando integrantes do MPAF reclamam a categoria de trabalhador. Os integrantes se movem entre a gramática do associativismo sindical clássico de movimentos de trabalhadores e a produção de um imaginário utópico do trabalho policial e do trabalhador polícia. Concluímos que a noção de polícia e policiamento construída por este movimento progressista embrionária nas polícias brasileiras desafia teorias sobre a polícia e se configura, como outros, em processos de democratização, descolonização e desenvolvimento.

Biografia do Autor

Susana Durão, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)/Professora

Antropóloga, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH), Universidade Estadual de
Campinas (UNICAMP). 

Wellynton Souza, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)/Aluno da Graduação em Ciências Sociais (IFCH)

Aluno do Curso de Graduação em Ciências Sociais (IFCH), Universidade Estadual de
Campinas (UNICAMP).

Downloads

Publicado

2022-03-09

Como Citar

DURÃO, Susana; SOUZA, Wellynton. POLÍCIA É PROFISSÃO, POLICIAL É TRABALHADOR; NÃO É TROPA”. SOBRE A UTOPIA DO TRABALHO POLICIAL NO BRASIL. (SYN)THESIS, Rio de Janeiro, v. 14, n. 3, p. 66–83, 2022. DOI: 10.12957/synthesis.2021.65834. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/synthesis/article/view/65834. Acesso em: 18 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos