Teoria da Reprodução Social: apontamentos desde uma perspectiva unitária das relações sociais capitalistas / Social Reproduction Theory: notes for a Unitary Theory of capitalist social relations

Autores

Palavras-chave:

Palavras-chave, Teoria da Reprodução Social, Gênero, Raça, Totalidade Social/Keywords, Social Reproduction Theory, Gender, Race, Social Totality.

Resumo

DOI: 10.1590/2179-8966/2020/46086

Resumo
O presente artigo visa discutir os traços distintivos da Teoria da Reprodução Social (TRS). Argumento que, ao resgatar a noção marxiana de totalidade social, a TRS avança em relação à formulações anteriores da perspectiva unitária no sentido de desenvolver uma compreensão da dinâmica que envolve a produção capitalista e a reprodução da vida cotidiana da classe trabalhadora, i.e., as relações de opressão, exploração, expropriação e alienação nas sociedades contemporâneas. Trata-se de importante e distinta chave de análise das interações entre classe, raça, gênero e sexualidade no capitalismo.
Palavras-chave: Teoria da Reprodução Social; Gênero; Raça; Totalidade Social.


Abstract
This paper aims to discuss the distinctive aspects of Social Reproduction Theory (SRT). I argue that by recovering Marx’s notion of social totality, SRT moves forward from previous formulations from the unitary perspective in order to develop a understanding of the dynamics surrounding capitalist production and the reproduction of the daily life of the working class, i.e., the relations of oppression, exploitation, expropriation and alienation in contemporary societies. This could be an important interpretative key for the comprehension of class, race, gender and sexuality interactions in capitalism.
Keywords: Social Reproduction Theory; Gender; Race; Social Totality.

Biografia do Autor

Rhaysa Sampaio Ruas da Fonseca, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Advogada e doutoranda na linha de Teoria e Filosofia do Direito do Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (PPGD/UERJ). Foi membro do Programa de Estudos de América Latina e Caribe da UERJ (PROEALC/UERJ) entre 2012 e 2017 e Pesquisadora da Anistia Internacional Brasil entre 2017 e 2019. Atualmente dedica-se à sua pesquisa de doutorado sobre direitos sociais e econômicos no Brasil, que intersecciona as áreas do Direito, da Sociologia e da Economia Política Feminista. Seus principais interesses de pesquisa estão relacionados a estudos de raça e gênero, políticas públicas, teoria do direito, teorias do capitalismo e desigualdade social.

Downloads

Publicado

2021-03-03

Como Citar

Ruas da Fonseca, R. S. (2021). Teoria da Reprodução Social: apontamentos desde uma perspectiva unitária das relações sociais capitalistas / Social Reproduction Theory: notes for a Unitary Theory of capitalist social relations. Revista Direito E Práxis, 12(1), 379–415. Recuperado de https://www.e-publicacoes.uerj.br/revistaceaju/article/view/46086