A África e a diáspora nos livros didáticos do ensino fundamental

Maria A. D. Castro, Antonieta Miguel

Resumo


Este texto problematiza discursos acerca da história da África e da diáspora veiculados nos livros didáticos para os primeiros anos do ensino fundamental, adotados pela rede pública municipal de ensino de Caetité/BA. Foram apreciadas quatros coleções de livros, abrangendo o período de 2010 a 2018. A análise desses materiais alicerça-se em pressupostos teóricos de interpretação inerente à Análise de Discurso. Os livros didáticos analisados desvelam uma presença significativa, ainda que pontual, de temáticas relacionadas a esse objeto de conhecimento. Entretanto, tais materiais ainda apresentam construções deturpadas e silenciamentos sobre esses sujeitos sociais. Assim, inferir tais textos é crucial para se reconsiderar a escolha, utilização e produção desses suportes.


Palavras-chave


Análise de Discurso; Livros Didáticos; Ensino Fundamental

Texto completo:

PDF

Referências


Referências

Artigos, livros e teses

ALMEIDA, Silvio. Racismo estrutural. São Paulo: Jandaíra, 2020.

BORGES, Jorgeval Andrade. Ambígua África, memórias e representações da África antiga no livro didático: Egito, reinos e impérios africanos. 2009. 161 f. Dissertação (Mestrado em Memória) – Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Vitória da Conquista, 2009.

CAVALLEIRO, Eliane dos Santos. Do Silêncio do Lar ao Silêncio Escolar: racismo, preconceito e discriminação na educação infantil. Universidade de São Paulo faculdade de educação, São Paulo 1998.

CAREGNATO, Rita Catalina Aquino, MUTTI, Regina. Pesquisa Qualitativa: análise de discurso versus análise de conteúdo. Florianópolis, Texto Contexto Enferm, 2006 Out-Dez; n.15.

CHOPPIN, Alain. História dos livros e das edições didáticas: sobre o estado da arte. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 30, n. 3, p. 549-566, set./dez. 2004.

CUNHA, Lásaro. Contribuição dos povos africanos para o conhecimento científico e tecnológico universal. Disponível em: < http://educacao.salvador.ba.gov.br/ >. Acesso: 03 fev. 2017.

DÓRIA, Carlos Alberto de. Formação da Culinária Brasileira. São Paulo: Publifolha, 2009.

FREITAS, Itamar. As histórias que contam os livros didáticos de História regional. In: História regional para a escolarização básica no Brasil: o livro didático em questão (2006/2009). São Cristóvão: Editora UFS, 2009. p. 25-54.

GOMES. Nilma Lino. Educação, identidade negra e formação de professores/as: um olhar sobre o corpo negro e o cabelo crespo. Revista. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.29, n.1, p. 167-182, jan./jun. 2003.

HALL, Stuart. Quem precisa de identidade. In: SILVA, Tomaz Tadeu da. Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Rio de janeiro, Vozes, 2012.

MATOS, Olgária Chain Féres. Construção e desaparecimento do herói: uma questão de identidade nacional. Tempo Social. USP, S. Paulo, n. 6, p, 83-90, 1995.

MUNAKATA, Kazumi. O livro didático: alguns temas de pesquisa. Rev. bras. hist. educ., Campinas-SP, v. 12, n. 3 (30), p. 179-197, set./dez. 2012.

NUNES, Sylvia da Silveira. Racismo contra negros: um estudo sobre o preconceito sutil. 2010. 227 f. Tese (Doutorado em Psicologia) – Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010.

OLIVA, Anderson Ribeiro. Lições Sobre a África: Diálogos entre representações dos africanos no imaginário ocidental e o ensino de história da África no mundo atlântico(1990-2005). Tese de Doutorado, Universidade de Brasília, 2007.

OLIVEIRA, Luciano Flávio de. Giramundo: representações culturais, imaginário social e mitologia brasileira a partir do saci-pererê. Disponível em:< www.tede.udesc.br/handle/handle/1344>. Acesso: 02de fev.2017.

ORLANDI, Eni. Análise de Discurso: princípios e procedimentos. Campinas: Pontes, 2007.

PÊCHEUX, M. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Trad. Eni Orlandi et al. 2 ed. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2016.

______. O discurso: estrutura ou acontecimento. Trad. Eni Orlandi. 2 ed. Campinas, SP: Pontes, 1997.

______. Delimitações, Inversões, Deslocamentos. Cadernos de Estudos Linguísticos, n.19. Unicamp. 1990, p. 7-2

PINA, Maria Cristina Dantas. A Escravidão no Livro Didático de História: três autores exemplares (1890-1930). Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Educação. Tese de doutorado, Fevereiro, 2009.

PINTO, Tales dos Santos. "História da feijoada". Brasil Escola. Disponível em . Acesso em 18 mar. 2017.

REIS, Isabel Cristina Ferreira dos. Histórias De Vida Familiar e Afetiva de Escravos Na Bahia do Século XIX. (Dissertação) Mestrado em História, UFBA, 1998.

SAGREDO, Raisa. Egípcios Negros ou Brancos? uma pesquisa sobre a memória do Egito Antigo. Disponível em:< http://www.snh2015.anpuh.org >. Acesso 10 jan. 2020.

SILVA, Ana Célia da. A Representação Social do Negro no Livro Didático:o que mudou? por que mudou? Salvador, EDUFBA, 2011.

SLENES, Robert Wayne. Na senzala, uma flor: esperanças e recordações na formação da família escrava. São Paulo, Unicamp, 2011.

STAMATTO, Maria Inês Sucupira. Legislação e livro didático de História. In: OLIVEIRA, Margarida Dias de, OLIVEIRA, Almir Félix Batista de. Livros Didáticos de História: escolhas e utilizações. Natal, RN: EDFURN, 2009.

WOODWARD, Kathryn. Identidade e diferença: uma introdução teórica e conceitual. In: SILVA, Tomaz Tadeu da (Org.) Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Rio de janeiro, Vozes, 2012.

Livros Didáticos

ALVES, Alexandre; OLIVEIRA, Letícia Fagundes de. História Ligamundo. 5º ano. Ensino Fundamental. São Paulo, Saraiva, 2017.

ALVES, Alexandre; OLIVEIRA, Letícia Fagundes de; BORELLA, Regina Nogueira. História. São Paulo: Saraiva, 2014. (Ligados.com, 2° a 5° ano).

ALVES, Rosemeire; BELLUSCI, Maria Eugênia. História. São Paulo: Scipione, 2010. (A Escola é Nossa, 2° a 5° ano).

CARPANEDA, Isabella Pessoa de Melo, BRAGANÇA, Angiolina Domanico. Língua Portuguesa. São Paulo: FTD, 2014. (Novo Girassol: saberes e fazeres do campo, 1° a 5° ano).

CAVÉQUIA, Marcia Paganini. Língua Portuguesa. São Paulo: Scipione, 2010. (A Escola é Nossa, 1° a 5° ano).

GIOVANNI JÚNIOR, José Ruy. Matemática. São Paulo: FTD, 2011. (A Conquista da Matemática, 1° a 5° ano).

MARES, Tania; Almeida, Suely. Geografia e História. São Paulo, FTD, 2014. (Novo Girassol: saberes e fazeres do campo, 2° a 5° ano).

RAMA, Angela, PAULA, Marcelo Moraes. Geografia, 4 ano do Ensino Fundamental, 1 ed. São Paulo: Saraiva, 2014. (Ligados.com, 2° a 5° ano).

THAHIRA, Rosane Cristina. História. São Paulo: Moderna, 2011. (Projeto Buriti, 2° a 5° ano).




DOI: https://doi.org/10.12957/transversos.2021.62724

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Autor concedendo à Revista Transversos o direito de primeira publicação.

REVISTA TRANSVERSOS - ISSN:2179-7528

Laboratório de Estudos das Diferenças e Desigualdades Sociais - UERJ

Campus Francisco Negrão de Lima - Pavilhão João Lyra Filho Rua São Francisco Xavier, 524 - 9° andar - Bloco D, sala 6.

http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/transversos