ÁFRICA OCIDENTAL EM MANUSCRITOS BRASÍLICOS DO SÉCULO XVIII.

Raphael Santos

Resumo


Historiadores brasileiros normalmente encontram alguma dificuldade em realizar pesquisas sobre a história da África e dos africanos sob uma perspectiva africana. Isso se deve, por um lado, às próprias especificidades dos métodos e técnicas para a exploração das fontes africanas; e, por outro, à escassez de fontes disponíveis para pesquisa no Brasil e em língua portuguesa. Para contornar esse problema, apresentamos nesse artigo uma proposta metodológica e empírica. Ancorado no campo de pesquisa denominado História Atlântica, apontamos como impressos e manuscritos produzidos por agentes nascidos no Brasil ou lusitanos enraizados na América podem ser capazes de apresentar uma perspectiva diferente sobre a África e os africanos que viviam na região Centro-Ocidental do continente. Para tanto, dedicamos uma atenção especial às potencialidades para tal finalidade da documentação da série Bahia-Avulsos, disponível no fundo Arquivo Histórico Ultramarino.

Palavras-chave


História da África, Fontes Históricas, História do Brasil

Texto completo:

PDF

Referências


ALAGOA, Ebiegberi Joe. Do delta do Níger aos Camarões: os fon e os iorubas. In: OGOT, Bethwell Allan. (org.). História Geral da África V – África do século XVI ao XVIII. Brasília: UNESCO. 2010.

ALMADA, André Álvares de. Tratado breve dos rios de Guiné do Cabo-Verde [1594]. Lisboa: Ministério da Educação, 1994.

ALENCASTRO, Luis Felipe. O Trato dos Viventes: Formação do Brasil no Atlântico Sul. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

ARMITAGE, David; BRADDICK, Michael. (Org.) The British Atlantic World, 1500-1800. New York: Palgrave Macmillan, 2002.

BAILIN, Bernard. Atlantic History: concept and contours. Cambridge: Harvard University Press, 2005.

BARBOSA, Muryatan S. A África por ela mesma: a perspectiva africana na História Geral da África (UNESCO). São Paulo, 2012. Tese (doutorado em História). FFLCH/USP.

BARRY, Boubacar. Senegâmbia: o desafio da História Regional. Rio de Janeiro: UCAM, 2000.

________. A Senegâmbia do século XVI ao XVIII: a evolução dos Wolofes, dos Sereres e dos Tucolores. In: OGOT, Bethwell Allan. (org.). História Geral da África V – África do século XVI ao XVIII. Brasília: UNESCO. 2010. Brasília: UNESCO. 2010.

BOSCHI, Caio. Projeto Resgate: História e arquivística (1982-2014). In: Revista Brasileira História, São Paulo, v. 38, n. 78, p. 187-208, 2018.

BRAUDEL, Fernand. O Mediterrâneo e o mundo mediterrânico na época de Filipe II. Lisboa: Martins Fontes, 1984.

CHAPLIN, Joyce E. The Atlantic Ocean and its contemporary meanings, 1492-1808. IN: MORGAN, Philip; GREENE, Jack.(org.). Atlantic History: A critical appraisal. New York: Oxford University Press, 2009.

COSTA E SILVA, Alberto da. Francisco Félix de Souza, mercador de escravos. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2004.

________. A manilha e o libambo: a África e a escravidão de 1500 a 1700. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2002

________. Um rio chamado Atlântico: a África no Brasil e o Brasil na África. Rio de Janeiro: Nova Fronteira/Ed. UFRJ, 2003.

DAVIDSON Basil. A Descoberta do Passado de África. Lisboa: Sá da Costa, 1981.

FARIAS, Paulo de Moraes. Afrocentrismo: entre uma contranarrativa histórica universalista e o relativismo cultural. In: Afro-Ásia, vol. 29-30, Salvador, 2003, pp. 317-343.

FERREIRA, Roquinaldo. Dinâmica do comércio intracolonial: Geribitas, panos asiáticos e guerra mo tráfico angolano de escravos (século XVIII). In: FRAGOSO, João; BICALHO, Maria Fernanda B.; GOUVÊA, Maria de Fátima S. (org.) O Antigo Regime nos Trópicos: a dinâmica imperial portuguesa (séculos XVI-XVIII). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001.

FREYRE, Gilberto. Casa Grande & Senzala: formação da família brasileira sob o regime da economia patriarcal. São Paulo: Global 2008.

FURTADO, Junia Ferreira. O retorno como missão: o mulato Cipriano Pires Sardinha e a viagem ao Daomé. In: Anais Eletrônicos do XIV Seminário Nacional de História da Ciência e da Tecnologia. Disponível em: , acesso e 01/04/2020.

_________. Chica da Silva e o contratador dos diamantes, o outro lado do mito. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.

GILROY, Paul. O Atlântico Negro: identidade e dupla consciência. Rio de Janeiro: Editora 34, 2002.

INIKORI, Joseph. A África na história do mundo: o tráfico de escravos a partir da África e a emergência de uma ordem econômica no Atlântico. In: OGOT, Bethwell Allan. (org.). História Geral da África V – África do século XVI ao XVIII. Brasília: UNESCO. 2010.

KI-ZERBO Joseph. Introdução Geral. In: KI-ZERBO, Joseph. História Geral da África I – Metodologia e pré-história. Brasília: UNESCO. 2010.

LAMBERT, Jean-Marie. História da África Negra. Goiânia: Kelps, 2001.

LAW, Robin. A Carreira de Francisco Félix de Souza na África Ocidental (1800-1849). In: Topoi, vol. 2, Rio de Janeiro, jan-jun 2001, pp. 9-39.

________. Ouidah: the social History of a West Africa slaving ‘port’, 1727-1892. Athens: Ohio State University Press, 2004.

LOVEJOY, Paul. A escravidão na África. Uma história de suas transformações. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002.

_________.; CURTO, José. (orgs.) Enslaving connections: changing cultures of África and Brazil during the era of Slavery. New York: Humanity Books, 2004.

M´BOKOLO, Elikia. África Negra: história e civilizações. Tomo I. Salvador: EDUFA; São Paulo: Casa das Áfricas, 2009.

MAURO, Frederic. Portugal, o Brasil e o Atlântico (1570-1670). Lisboa: Estampa, 1997.

MENDES, Luis Antônio de Oliveira. Discurso acadêmico ao programa [1793]. In: Memórias econômicas da Academia Real das Sciências de Lisboa. Capítulo I, Tomo IV. Lisboa: Tipografia da Academia, 1812.

MILLER, Joseph C. África Central durante a era do comércio de escravizados, de 1490 a 1850. In: Heywood, Linda M. (Org.). Diáspora negra no Brasil. São Paulo: Contexto, 2008.

MONTEIRO, Fernando Amaro; ROCHA, Teresa Vásquez. A Guiné do século XVII ao século XIX: o testemunho dos manuscritos. Lisboa: Prefácio, 2004.

MORGAN, Philip; GREENE, Jack. (Org). Atlantic History: A critical appraisal. New York: Oxford University Press, 2009.

MUNANGA, Kapengele. GOMES, Nilma L. O Negro no Brasil de Hoje. São Paulo: Global, 2006.

OLIVA, Anderson. A história da África em perspectiva. In: Revista Múltipla, n. 10(16), Brasília, 2004.

OUMONNI, Elisée. Daomé e o Mundo Atlântico. Amsterdam/Brasil: SEPHIS/CEAA, Universidade Cândido Mendes, 2001.

PIRES, Vicente Ferreira. Crônica de uma embaixada Luso-Brasileira à Costa d’Africa em fins do século XVIII, incluindo o texto da Viagem de África em o Reino de Dahomé [1800]. (Coleção Brasiliana, vol. 287) São Paulo: Civilização Brasileira, 1957.

RUGER, Mario. A diáspora exorcizada, a etnicidade (re)inventada: historiografia pós-colonial e políticas da memória sobre o Daomé. In: Afro-Ásia, n. 34, Salvador, 2006.

SANTOS, Joaquim Felício dos. Memórias do Distrito Diamantino [1868]. Belo Horizonte: Itatiaia, 1976.

SANTOS, Raphael Freitas. Minas com Bahia: mercados e negócios em um circuito mercantil setecentista. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense. Niterói, 2013.

SCHWARTZ, Stuart B. Tropical Babylons. Sugar and the making of the Atlantic World, 1450-1680. Chapel Hill: The University of North Carolina Press, 2005

SILVA, Maria Beatriz Nizza da. Bahia: A Corte da América. São Paulo: IBEP, 2010.

SOUZA, Ivo Carneiro. A conflitualidade na África Subsaariana. In: IV Colóquio Internacional “Multiculturalismo, Poderes e Etnicidades na África Subsariana”. Porto: Faculdade de Letras e Centro de Estudos da Universidade do Porto, 2001.

TAVARES, Julio Cesar. Uma ponte sobre o Atlântico. IN: LAHNHI, Cláudia R. (et al.) Culturas e Diásporas Africanas. Juiz de Fora: Editora UFJF, 2009.

THORNTON, John. A África e os africanos na formação do mundo atlântico, 1400-1800. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.

TURCO, Angelo. Semânticas da violência: guerra, território e poder na África Mandinga. In: Vária História, vol. 22, n. 35, Belo Horizonte, jan/jun 2006, pp. 125-149

VANSINA, Jan. Os movimentos populacionais e a emergência de novas formas sociopolíticas na África. In: OGOT, Bethwell Allan. (org.). História Geral da África V – África do século XVI ao XVIII. Brasília: UNESCO. 2010. Brasília: UNESCO, 2010.

VERGER, Pierre. Fluxo e refluxo: do tráfico de escravos entre o golfo do Benin e a Bahia de Todos os Santos. Salvador: Corrupio, 2002.

WESSELING, Henk. História de além-mar. In: BURKE, Peter (org.) A escrita da História: novas perspectivas. São Paulo: Unesp, 1992.

WILLIAMS, Eric. Escravidão e Capitalismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.




DOI: https://doi.org/10.12957/transversos.2021.50726

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Autor concedendo à Revista Transversos o direito de primeira publicação.

REVISTA TRANSVERSOS - ISSN:2179-7528

Laboratório de Estudos das Diferenças e Desigualdades Sociais - UERJ

Campus Francisco Negrão de Lima - Pavilhão João Lyra Filho Rua São Francisco Xavier, 524 - 9° andar - Bloco D, sala 6.

http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/transversos